Acapella no Brasil: Quinteto diverte e se diverte louvando a Deus

Acapella no Brasil: Quinteto diverte e se diverte louvando a Deus

Atualizado: Terça-feira, 10 Agosto de 2010 as 4:50

Vozes em sintonia. Essa é a descrição da união de Robin Brannon, Zac George, Anthony Lancaster, Zach Wilson e Wes McKinzie, atual formação do Acapella. No último sábado, 7 de agosto, o quinteto realizou um show na Assembleia de Deus do Brás, em São Paulo, para quase cinco mil pessoas.

O grupo americano está em turnê no Brasil desde 18 de julho, e passou por Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Brasília (DF), Manaus (AM), Curitiba (PR) e Recife (PE). São Paulo foi o destino responsável por fechar a turnê em solo brasileiro.

A programação contou com um 'festival de música acapela', no qual diversos grupos se apresentaram antecedendo o quinteto, dentre eles Vocal 7, JASD, Trio In Concert, HEIVS, Adventu's, Coral Jovem Ello Eterno & Coral de Adolescentes Primeiro Amor. Outra participação na abertura do show foi do Artpella, grupo vencedor do programa 'Astros' do SBT em 2008. "Nós vencemos o Astros, mas sabemos que o único Astro digno de toda honra e toda glória é Jesus Cristo", exclamou Di Groove, líder do grupo.

Encerradas todas as apresentações de abertura, o dirigente do evento pediu que a Igreja cantasse para receber o Acapella. O coro sugerido foi 'Deus é tão bom', 'Ele voltará' e 'Cristo é real'. Atendido pelas quase cinco mil vozes presentes, o dirigente então anunciou o aguardado quinteto.

Após o grupo cantar alguns louvores, Robin Brannon perguntou se todos estavam se divertindo e quantos ali estavam vendo o Acapella pela primeira vez. Brannon disse que precisava passar algumas instruções. "Para aproveitar o show do Acapella é necessário obedecer a duas regras. Regra número um, divirta-se; e a regra número dois é que não há regra. A gente vai se divertir porque temos divertimento no Senhor. Deus nos deu alegria e queremos dividí-las com vocês hoje, pode ser?", indagou.  

Das notas mais graves às mais agudas, o Acapella cantou canções do álbum mais recente e composições antigas que fizeram história no grupo. No repertório algumas como 'Everybody Said', 'All Men Will Know', 'Glory and Honor' e 'Shut De Do'. O quinteto cantou 'Hush' - conhecida em português como 'Deus está ao seu lado' -, e fez toda a Igreja entoar o coro "God is standing by, So hush, don't you worry, Don't cry".

A programação prosseguiu e a animação também. Sincronismo, interação, brincadeiras e coreografias fazem parte do show. Em um determinado momento do evento, o barítono Anthony Lancaster falou que a cada um dos cinco componentes do grupo Deus deu um dom específico com a voz, e chamou Robin Brannon para mostrar uma performance do que é capaz de fazer como percussionista vocal.

Brannon fez, durante alguns minutos, uma demonstração de sons instrumentais que faz com a voz. Além de fazer os sons, ele também se mostrou bom coreógrafo. Para encerrar sua apresentação à parte, Robin Brannon fez sons relacionados ao futebol brasileiro e concluiu com um chute e um grito de gol.

O Acapella se despediu e saiu de cena, mas a Igreja, não satisfeita, pediu, em coro, para que eles cantassem mais uma. Após poucos minutos, de um em um, os rapazes voltaram ao som da conhecida canção 'I Feel Good', cantaram mais uma e então encerram o show e a turnê no Brasil.

"Obrigado", disse Wes McKinzie em português, "agradecemos, de coração, por estarem aqui esta noite", completou o baixo. O quinteto pediu para que as pessoas os adicionassem no facebook [facebook/acapella] e dividissem com eles suas histórias.

Acapella na ADBRÁS, em São Paulo

Coletiva de Imprensa

Antes do show, o Acapella participou de uma coletiva de imprensa. O quinteto revelou a expectativa para o show, pois sabiam que ainda havia uma grande fila de pessoas para entrar.

Sobre o perfil dos componentes do grupo, Anthony Lancaster explicou que não há um padrão definido. "O grupo tem várias mudanças, mas não há padrão. Meu pai [Keith Lancaster – fundador] recebe uma indicação e chama para conversar para ver se a pessoa se encaixa".

Para Zac George o que mais impressiona no tempo de Acapella é "como a música vai tocando a vida das pessoas.. sou tocado em todos os eventos". George disse que achou legal que no show de Recife, na sexta-feira, o público cantou 'Mais Perto Quero Estar' para eles.

Wes McKinzie disse que veio ao Brasil pensando em comprar uma camisa da seleção e assim que chegou em Curitiba já adquiriu o uniforme, tanto que estava com ela na coletiva.

Sobre sair em turnês pelo mundo, ficar longe da família e encontrar satisfação no que fazem todos concordaram que sentem saudades. "Família é a espinha dorsal, fazem parte do nosso ministério... Sentimos saudades, mas outras famílias nos abraçam e nos dão suporte", completou Zac George.

O quinteto Acapella é conhecido por louvar a Deus de forma divertida. Robin Brannon disse que "a explicação é muito simples, Deus dá júbilo e fica fácil louvá-lo com alegria".

Acapella em Curitiba-PR

Por Juliana Simioni

Fotos: Gabriela Freschi / Guia-me

veja também