Adolescente paquistanesa cristã é violentada

Adolescente paquistanesa cristã é violentada

Atualizado: Terça-feira, 19 Outubro de 2010 as 2:33

A adolescente paquistanesa Kiran Nayyaz, 14 anos, foi violentada várias vezes por um jovem muçulmanos em Chak Jhumra, um povoado há 35 km de Faisalabad, a terceira maior cidade no Paquistão, em abril de 2010.

A notícia foi publicada pela Comissão Nacional por Justiça e Paz (em inglês, NCJP). Em outubro de 2010 uma acusação foi registrada nas autoridades locais pelo pai da garota, que agora está grávida, contra o suposto estuprador, Muhammad Javed, 20 anos, com autoridades locais. Contudo, Javed ainda continua solto.

Temendo por sua vida e de sua família, Nayyaz foi ameaçada pelo agressor e ficou em silêncio até o quinto mês de gravidez, segundo a NCJP. Seu pai descobriu na última semana de setembro sobre o estupro e imediatamente registrou queixa às autoridades.

Nayyaz contou à NCPJ que em abril de 2010 enquanto caminhava a uma loja, Javed disse a ela para entrar em sua casa porque sua irmã tinha um trabalho para ela. Quando Nayyaz entrou na casa, ninguém estava lá. Javed supostamente a agarrou, tirou suas roupas, colocou um lenço em sua boca e a estuprou.

Masih contou a Comissão que o pai e tios do estuprador o ameaçaram caso continuasse com as acusações, e o assassinariam e também a sua família.

De acordo com a NCJP, um médico do hospital do governo em Faisalabad, confirmou o estupro e a gravidez de Nayyaz. Nisar Barkat, o diretor da NCPJ em Faisalabad visitou Nayyaz e sua família. Em comunicado à família, declaram: “Estamos com vocês. Não se preocupem e tenham medo. Forneceremos a assistência legal neste caso.”

A NCJP de Faisalabad também fornece assistência médica à Nayyaz.

Tradução: Tatiane Lima

veja também