Adolescente que morreu afogado em lago congelado volta à vida após oração da mãe

No hospital, John ficou sem batimentos cardíacos por mais de 60 minutos.

fonte: Guiame, com informações do Gospel Herald

Atualizado: Sexta-feira, 20 Outubro de 2017 as 5:07

O garoto passou cerca de 15 minutos submerso na água gelada. (Foto: Reprodução).
O garoto passou cerca de 15 minutos submerso na água gelada. (Foto: Reprodução).

Foi em uma manhã de inverno quando John Smith, de 14 anos, caiu em um lago gelado em Missouri (EUA). Quando a emergência finalmente o retirou, ele havia passado cerca de 15 minutos submerso na água gelada. No hospital, John ficou sem batimentos cardíacos por mais de 60 minutos.

"Depois de entrar em seu quarto, coloquei minhas mãos nas dele que estavam frias e cinzas. Eu sabia que ele tinha ido embora", disse a mãe de John, Joyce Smith, ao The Gospel Herald. "Comecei a orar em voz alta, implorando a Deus pela vida de meu filho e invocando o Espírito Santo, dizendo: ‘Por favor, devolva meu filho’". E então, aconteceu algo milagroso.

Assim que Joyce orou por seu filho, seu pulso voltou imediatamente, deixando as enfermeiras surpresas. "A enfermeira havia checado o pulso de John durante 27 minutos, e não havia qualquer batimento", disse Joyce. "Ela me disse: ‘No instante em que você orou, algo moveu o corpo de John com tanta força que me empurrou para trás e de repente eu senti um pulso’. Eles ficaram realmente surpresos", ressaltou ela.

Livro e Filme

A incrível história de John, de cura e restauração, é o assunto do livro "The Impossible", escrito por sua mãe. Um filme também está sendo desenvolvido pela 20th Century Fox, pelo produtor executivo DeVon Franklin (O céu e Real e Milagres do Paraíso).

"Minha família não está divulgando esta história para nosso benefício", disse John. "Estamos fazendo isso porque o nosso país precisa de esperança. Não somos a resposta, a resposta é Deus. Estamos apenas compartilhando a história para que este país veja o quão grande é o nosso Deus. Ele não está morto, Ele está vivo e Ele ainda opera milagres. Estou impressionado como quão grande Ele é", relatou o rapaz.

Três anos depois, John lembra pouco sobre o acidente. Ele, juntamente com dois amigos, Josh Sander e Josh Rieger, estavam em um parque local quando o gelo no Lago Sainte Louise quebrou, e os três amigos mergulharam na água. "No momento, todos nós soubemos que a possibilidade dos três morrer era muito real", disse Josh. "Eu e Josh ficamos a cerca de 50 metros da doca, e Josh estava gritando: ‘Eu não quero morrer’. Eu estava gritando: ‘Chamem a emergência’. Sander se salvou, e pude empurrar Rieger acima da água, salvando sua vida".

John, no entanto, não foi tão sortudo. "Eu recebi o telefonema, ouvindo que meu filho estava envolvido em um acidente terrível", Joyce compartilhou. "É o único telefonema que todos os pais temem. Eu nem me lembro de como cheguei ao hospital. Estava orando, implorando a Deus para poupar meu filho. Esperamos 17 anos para tê-lo, nós o adotamos da Guatemala.

veja também