Adventistas pedem o fim da violência doméstica e do bullying

Adventistas pedem o fim da violência doméstica e do bullying

Atualizado: Terça-feira, 30 Agosto de 2011 as 1:27

 A Igreja Adventista na região central do Estado (ACSR) coordenou uma série de atividades no último final de semana por ocasião do projeto Quebrando o Silêncio, uma iniciativa da Igreja Adventista em toda a América do Sul, que neste ano visa combater a violência contra mulheres e idosos, e o bullying.

As igrejas locais em parceria com órgãos governamentais, escolas e a sociedade civil organizada pediram o fim da violência doméstica e do bullying por meio de passeatas, palestras e ações educativas, como a conscientização da população através de materiais explicativos, e a apresentação de encenações alusivas ao tema.

Em Novo Hamburgo, cerca de 300 jovens da Igreja Adventista central saíram às ruas com o intuito de alertar a população hamburguense quanto aos perigos deste tipo de abuso. Para tanto, foram entregues 4.000 folders e 1.100 exemplares de revistas explicativas sobre o tema para adultos, além de uma versão do material para os pequenos.

A ação se estendeu à uma das principais praças da cidade, onde o grupo fez a entrega do material alusivo à campanha e dirigiu um estudo da Bíblia - a chamada Escola Sabatina - ao ar livre. Paralelamente ao projeto Quebrando o Silêncio, o Coral Jovem da Igreja Adventista central de Novo Hamburgo se apresentou no pátio de uma grande rede de lanchonetes, a qual desenvolve no mês de agosto uma campanha em combate ao câncer infanto-juvenil.

Na região metropolitana, as ações se concentraram em Cachoeirinha, Alvorada e na Vila Ipiranga, zona norte da capital gaúcha.

Em Cachoeirinha, além de uma passeata (esquerda), houve a entrega de materiais alusivos à campanha e atividades para as crianças. Na ocasião, a Turma do Nosso Amiguinho fez uma série de encenações, as quais alertaram ao público sobre os perigos do bullyinge da violência contra a mulher.

Já em Alvorada, além da caminhada e de serviços gratuitos oferecidos à comunidade, como a verificação da pressão arterial, o programa teve a participação de autoridades como o prefeito e a primeira dama do município, Carlos Brum e Rejane Brum, além do vereador Emílio Neto, de Canoas.

O evento foi marcado, ainda, pela apresentação de vários grupos musicais, entre eles, o Coral Jovem de Alvorada, o grupo Família, a banda do clube de Desbravadores do bairro Prado, em Canoas, e os Corais de Libras das escolas Novo Horizonte (esquerda) e Adventista de Alvorada.

Na capital, a Igreja Adventista do bairro Vila Jardim reservou, ontem, uma barraquinha na feira agrícola da Vila Ipiranga, na zona norte de Porto Alegre. Lá, ao invés de frutas e verduras, eram distribuídos materiais alusivos ao projeto.

Em Encantado,  no vale do Taquari, a campanha teve o apoio da prefeitura local. Na sexta-feira, 26, foram ministradas uma série de palestras sobre o tema, além de uma passeata que passou pelas principais ruas da cidade.

veja também