Adventistas são desafiados a ''plantar'' 83 igrejas em três anos

Adventistas são desafiados a ''plantar'' 83 igrejas em três anos

Atualizado: Quarta-feira, 15 Dezembro de 2010 as 8:16

A Associação Paulista Leste (APL) lançou aos seus líderes em 2010 o desafio de “plantar” novas igrejas. Como resultado,  27 congregações já foram estabelecidas com 2.300 novos membros batizados até novembro, sendo mais de 600 a partir do plantio de igrejas. Os líderes definiram, para os próximos três anos, "plantar" novas 83 congregações.

Em 2011, a intenção é envolver mais pessoas nessa missão. “Nosso sonho é que cada adventista neste campo tenha intimidade com Deus e viva como a igreja cristã primitiva. Plantar novas igrejas deve ser nosso estilo de vida”, expressou o pastor Erlo Braun, presidente da Associação Paulista Leste (APL) durante o Simpósio “Plante Igrejas, Transforme Vidas”.

O simpósio aconteceu nos dias 10 a 12 de dezembro, na Igreja de Vila Maria, zona norte da cidade de São Paulo. Mais de mil líderes participaram do evento. A missão de plantar igrejas foi cantada e vista com exclusividade, com música e curta-metragem apresentados durante o simpósio.

As plenárias foram realizadas pelos pastores Edison Choque, diretor de missão global adventista para oito países sul-americanos; Gary Krause, diretor de missão Global  adventista no mundo; Gerson Santos, secretário da  sede administrativa Igreja Adventista em New York; Ricardo Norton, professor da universidade adventista Andrews; Berndt Wolter; diretor do Núcleo de Missões do Unasp-Ec. A adoração musical teve a participação do Coral e Quarteto Ministry, Grupo Projet’art e Cintia Nascimento.

Pastor Choque parabenizou a iniciativa da APL. “Este encontro acontece no melhor momento, essa é a visão da Divisão Sul-Americana, precisamos olhar para fora e plantar novas igrejas”, declarou e acrescentou que a meta é plantar nove mil congregações nos oito países sul-americanos.

Líderes da IASD no estado de São Paulo estiveram presentes no encontro, entre eles, os pastores: Domingos Sousa, presidente; Rafael Rossi, evangelista; Edilson Valiante, ministerial.

No encerramento, pastores e líderes decidiram e assinalaram no mapa da região da APL quantas igrejas serão plantadas por bairro, no total 83 novas congregações surgirão nos próximos três anos. E para espalhar essa semente cada participante recebeu um manual de plantio de igrejas escrito pelo evangelista da APL, Emílio Abdala. Para Abdala, cada líder deve se tornar um multiplicador: ”desejamos que todos os participantes multipliquem as idéias e planejamentos traçados nesses dias”.

“Inspirador, o simpósio me fez desejar plantar uma igreja e essa agora é minha motivação para esse novo ano”, revelou Álvaro de Oliveira, líder da IASD da Freguesia do Ó.

Por Lene Salles

veja também