Adventistas se unem à Defesa Civil em socorro às vítimas de enchente do RS

Adventistas se unem à Defesa Civil em socorro às vítimas de enchente do RS

Atualizado: Quinta-feira, 24 Setembro de 2009 as 12

Uma equipe de conselheiros da ADRA - Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais -, se uniu com a defesa civil e empresários voluntários, na manhã do último dia 16 de setembro para ajudar as vitimas das enchentes que castigam a região do rio Guaíba (RS). Mais de 130 famílias foram atingidas somente no lado sul do rio no município de Porto Alegre e muitas estão ilhadas em suas casas.

Uma grande estrutura foi montada para viabilizar o atendimento. Um barco de lazer, uma lancha rápida, dois jets skis, duas camionetes e a Kombi do projeto Vida e Saúde com o apoio do seu fundador o Vereador Elias Vidal fizeram da ação uma oportunidade de salvar vidas. O grupo de voluntários levou uma cesta básica de mantimentos, cobertores e colchões, além de abastecer as casas com água potável. Médicos que participaram da expedição levaram medicamentos e avaliaram as condições dos ribeirinhos que não deixam o local com medo de saques. "O local é crítico, mas os moradores têm ali seu meio de vida na pesca e catam papel na capital, eles não têm para onde ir uma vez que as vilas em Porto Alegre estão cheias, é uma utopia pensar em realocá-los, temos que fazer algo por eles aqui mesmo," disse Sérgio Viana, proprietário do barco de apoio da expedição.

Para Davi Oliveira, voluntário da ADRA, este é um trabalho recompensador, "uma experiência muito gratificante, dar uma pequena contribuição para o semelhante que sofre, Deus recompensa com suas bênçãos enquanto cuidamos do nosso próximo." O pastor Jean Abreu que é líder da ADRA na igreja do bairro Camaquã na capital representou sua equipe e colocou a disposição voluntários, doações e estrutura para receber os desabrigados.

Para Jorge Wiebusch, diretor da ADRA para as regiões sul e leste do Rio Grande do Sul outro grande benefício do trabalho foi o contato missionário com os moradores, médicos, empresários e membros da Defesa Civil. "Todos foram presenteados com o livro Sinais de Esperança. Esse é o diferencial da ADRA, além de levar ajuda física ela preocupa-se com levar esperança a cada pessoa", comenta Wiebuch que completa, "enquanto as águas não baixam, os ribeirinhos terão uma leitura de qualidade para aproveitarem seu tempo".

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também