Advogado cristão é detido e interrogado na China

Advogado cristão é detido e interrogado na China

Atualizado: Quarta-feira, 2 Junho de 2010 as 4:33

Em 31 de maio, quando o advogado cristão de direitos humanos Li Heping foi até a casa de seu colega Tang Jitian em Beipingfang, Pequim, para buscar alguns itens pessoais que havia deixado lá, ele foi levado pela polícia para a delegacia para ser interrogado, supostamente por suspeita de roubo.

No dia 30 de maio, policiais da delegacia de Beipingfang, distrito de Chaoyang, bateram na porta de Tang Jitian. Ele se recusou a abrir a porta, porque era domingo. Os policiais aguardaram na porta da frente, mas, ao entardecer, Tang Jitian saiu de sua casa pela porta dos fundos, e passou a noite do lado de fora. Seu desaparecimento desagradou a polícia, que continuou vigiando a residência.

No dia seguinte, o advogado Li Heping, que alguns meses antes já havia sido vigiado, chegou à casa de Tang Jitian. Quando ele foi embora, a polícia o prendeu e o levou para a delegacia para ser interrogado. Li Heping foi liberado às 22h. A polícia alega que Li Heping foi preso por suspeita de roubo, mas, claramente, as intenções reais eram de descobrir o paradeiro de Tang Jitian.

Tradução: Missão Portas Abertas

veja também