Agência de ajuda humanitária convoca cristãos à semana de oração

Agência de ajuda humanitária convoca cristãos à semana de oração

Atualizado: Terça-feira, 15 Fevereiro de 2011 as 8:31

Milhares de cristãos estão sendo convidados a "iluminarem", com faróis de esperança, as comunidades pobres do mundo, através de uma semana de oração.

Neste ano, a agência cristã de ajuda humanitária Tearfund está convidando todos os cristãos do mundo a se unirem em "uma só voz" na semana de oração que foca questões de justiça social e pobreza global.

A instituição também exorta os cristãos a orarem por pessoas que ainda sofrem as consequências do terremoto que atingiu o Haiti em janeiro do ano passado, assim como pelos milhares de refugiados deslocados pela violência pós-eleitoral na Costa do Marfim, e os afetados pelas cheias no Paquistão.

O diretor executivo da Tearfund, Matthew Frost, disse: "Em 2011, ‘esta voz’ espera fazer a diferença para as pessoas mais pobres do mundo, para aqueles que sofreram injustiças sociais e os efeitos de desastres naturais”.

Matthew explica outro objetivo da campanha: "Quando nos envolvemos com Deus na oração, Ele converte o foco dos nossos corações para a missão de Cristo: amar o nosso próximo, chegar às pessoas que vivem na pobreza e cuidar de quem precisa."

Ele acrescentou: "Nós, como luz de Deus, devemos nos unir no propósito de "iluminar" o mundo. Unidos em um movimento global iluminaremos qualquer escuridão."

Esta ‘voz’ está sendo conclamada em parceria com a “Oração 24- 7”.  Em resposta a essa iniciativa dezenas de igrejas participantes criarão espaços de oração que estarão abertos o dia inteiro durante uma semana, de 27 de fevereiro a 6 de março.

Tearfund produziu recursos para ajudar aos cristãos a refletirem e a agirem sobre algumas das mais urgentes questões da justiça social.

O movimento tem uma página no Twitter em twitter.com / onevoiceprayer onde estarão os temas-chave de oração para serem Tweetados e retweetados, a fim de encorajar o maior número de cristãos possível a orar e se mobilizar.

veja também