Agência humanitária Adventista apoia vitimas das enchentes

Agência humanitária Adventista apoia vitimas das enchentes

Atualizado: Quarta-feira, 23 Março de 2011 as 12:44

A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) no Brasil está presente na região atingida por uma forte enxurrada na cidade de São Lourenço do Sul no Estado do Rio Grande do Sul. A tragédia aconteceu na quinta-feira, dia 10 de março.

  O projeto de socorro da ADRA consiste em suprir 200 famílias desalojadas com cestas básicas e 200 kits de higiene pessoal. Os recursos para a compra desses kits e cestas básicas vieram da ADRA Internacional, ADRA Sul-americana e da administração da Igreja Adventista do norte do Brasil.

O arroio São Lourenço, que corta a cidade, transbordou por volta das 4 horas e alagou a área central da cidade, que fica às margens da Lagoa dos Patos. Foi a maior catástrofe da região. Metade da área urbana ficou inundada.

Além dos danos em moradias, a infraestrutura viária foi danificada, com quedas de pontes na BR-116, o que deixa áreas isoladas.

Mais de 1,5 mil pessoas, segundo a Defesa Civil, foram salvas de telhados de casas nos oito bairros que foram inundados. Três helicópteros trabalharam no resgate. As 350 pessoas desabrigadas foram levadas a seis alojamentos. Há cerca de 2 mil pessoas desabrigadas  e desalojadas, que foram transferidas para  casa de parentes,  200 feridos e oito mortes, mas a Defesa Civil  do Estado estima que possam ser encontradas mais vítimas. Duas pessoas mortas ainda não foram identificadas. Conforme relato do pastor adventista de São Lourenço do Sul, Adalmiro John Andrade, informa que as maiores necessidades estão concentradas em roupa de cama, utilidades domésticas, colchões, material de higiene e limpeza, água e alimentos.

FOnte: [Equipe ASN, Mani Maria]

veja também