Agricultor é morto em culto evangélico

Agricultor é morto em culto evangélico

Atualizado: Terça-feira, 23 Fevereiro de 2010 as 12

A zona rural do município de Diamante, no Alto Sertão da Paraíba, foi o cenário de um crime bárbaro na noite do domingo passado. O agricultor José Ivan Vicente de Araújo, 29, foi executado com três disparos de arma de fogo quando fazia pregação do Evangelho em culto evangélico em pequeno templo religioso da Assembleia de Deus existente na comunidade do sítio Barra de Oitis, na divisa entre os municípios de Diamante, Olho d'Água e Itaporanga. Segundo o superintendente da 6ª Superintendência de Polícia Civil de Itaporanga, Ivaldo Dias, já existe o nome de um suspeito para o crime.

O delegado Ivaldo acrescentou que um suposto relacionamento amoroso mantido pelo evangélico e a companheira do suspeito teria motivado o assassinato. A polícia evitou divulgar o nome do acusado para não atrapalhar as investigações. Ele está foragido. Oito pessoas já foram intimadas para depor, inclusive a suposta amante da vítima.Os depoimentos estão previstos para começar hoje. Segundo a 5ª Companhia de Polícia Militar de Itaporanga, no momento do crime, a vítima estava em companhia de cerca de oito pessoas no interior da igreja, no entanto, ninguém deu detalhes do crime para os policiais.

''As informações que recebemos é que José Ivan estava pregando a palavra e as pessoas sentadas, de costas para a porta da igreja. Foi nesse momento que o acusado chegou e disparou três vezes. Na hora, as pessoas começaram a correr'', disse o sargento Edvaldo Pereira Silva.

Segundo ele, alguns fiéis contaram que quando ouviram o barulho dos disparos, acharam que se tratava de uma ''revelação divina'', por isso, não deram muita atenção em verificar de onde partia o barulho. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil de Diamante.

Por Márcio Rangel

veja também