Alegria, alegria...

Alegria, alegria...

Atualizado: Segunda-feira, 26 Agosto de 2013 as 2:13

alegriaNão se vive sem alegria, assim como não se vive alegre o tempo todo.
 
A beleza da alegria está em ser reconhecida no dia-a-dia e usufruída de forma pequena e ordinária, no caminho cotidiano; e de forma grandiosa, extraordinária e inesquecível, só às vezes.
 
Quem busca a alegria como um produto final da vida, perde de reconhecê-la em seu estado único, que é a de companheira do caminho e não de destino.
 
Alegria é um acontecimento que precisa ser reconhecido enquanto se vive e não buscado como um alvo ou propósito finais.
 
E é um bem temporário, daí sua riqueza. Se fosse contínuo, não daríamos o valor devido.
 
A sabedoria da vida está em reconhecermos e nutrirmos nosso coração com as pequenas alegrias; e guardarmos as grandes alegrias nas principais gavetas da memória de forma que, na adversidade, nos lembremos dos dias bons e que dias melhores virão.
 
 
- Fabricio Cunha
 

veja também