Aliança Evangélica Mundial convoca oração pelo Sudão

Aliança Evangélica Mundial convoca oração pelo Sudão

Atualizado: Quinta-feira, 11 Novembro de 2010 as 12:08

Depois de receber um pedido das igrejas do Sudão, a Aliança Evangélica Mundial (WEA) convoca cristãos em todo mundo para orar no dia 5 de dezembro em prol do referendo que será realizado país em janeiro.

O referendo foi um dos termos do acordo de Paz Global, que colocou fim a décadas de guerra civil. Espera-se que o sul predominantemente cristão vai votar a secessão da maioria muçulmana do norte.

As igrejas do Sudão pedem para que as pessoas votem, mas existe a preocupação de que os preparativos do referendo estejam atrasados e de que o Sul não esteja preparado para receber o fluxo de pessoas do Norte.

O secretário Geral da WEA Geoff Tunnicliffe disse em um recente fórum de líderes cristãos e muçulmanos no Sudão que o povo do Sudão sofreu por muitos anos, agora é a hora de paz. "Um novo futuro de paz, integridade, dignidade, liberdade de crença. O povo do Sudão não merece menos que isso", afirma.

Há um temor generalizado de que os resultados do referendo tragam novamente para o Sudão uma guerra civil, pois o governo do Norte indicou que não pode garantir aos cristãos que vivem ali uma passagem segura para o sul.

Maria Kleine Yehling, diretora-executiva da Casa Tyndale Foundation, visitou recentemente o Sul do Sudão, disse que muitos cristãos não têm consciência do enorme potencial para outra guerra em Darfur. "Eles podem até saber que está acontecendo um referendo, mas não entendem a importância do evento", lamenta.

Kleine Yehling disse que os cristãos devem informar seus irmãos e irmãs sobre a situação e entrar em contato com seus governos para pedir que eles garantam um referendo pacífico e justo. "Minha oração é para que a graça de Deus seja derramada sobre o Sudão e que o referendo seja um farol para o mundo ver o que Deus pode fazer", finaliza.

veja também