Aliança firme e eterna

Aliança firme e eterna

Atualizado: Segunda-feira, 12 Agosto de 2013 as 1:32

Leitura Bíblica: Gênesis 17.1-9
 
Estabelecerei a minha aliança entre mim e você e multiplicarei muitíssimo a sua descendência (Gn 17.2).
 
aliançaÉ muito difícil confiar na palavra humana. Exigem-se documentos, selos, registros, firma reconhecida. Poucos confiam no que os outros prometem. No tempo de Abraão, os sacerdotes dos deuses pagãos faziam aliança com os moradores das aglomerações ou cidades. Em cada casa havia um altar dedicado ao deus da cidade, como sinal de aliança.
 
Nossa aliança com Deus foi estabelecida pelo sangue de Cristo. Esse sacrifício tem origem na aliança de Deus com o patriarca Abraão. Deus disse a este que ele seria pai de uma multidão e de nações. Como hebreu, ele foi pai dos hebreus ou israelitas e, através de Cristo, seu descendente, tornou-se pai de todos os que, dentre todas as nações, se reconciliam com Deus por meio dele.
 
A vinda de Cristo tornou essa aliança perpétua, valendo eternamente para todos os que confiam sua vida a ele. A aliança com Abraão incluiu promessas aparentemente impossíveis: Deus promete numerosa descendência a um homem já muito idoso, cuja esposa – também idosa – era estéril. Imagine como era difícil Abraão crer nisso! Conosco se dá o mesmo. Há inúmeras razões que nos impedem de descansar nas promessas de Deus. Entretanto, a História mostra como Deus cumpriu suas promessas a Abraão, sustentando seus descendentes até hoje. Se por meio de Jesus esse Deus que constantemente se tem revelado poderoso fez aliança também conosco, por que vivermos estressados, com dúvidas, desmotivados? Creio que temos algo a aprender de Estêvão, cuja história a Bíblia conta em Atos 6 e 7. Difamado perante os líderes religiosos, ele não recuou um milímetro e, na hora da morte, recebeu ainda em vida a promessa que fora feita a Abraão. Viu os céus abertos e Jesus, o descendente da promessa, junto ao trono de Deus, ressuscitado, eterno, glorificado. Precisa mais? – MJT
 
Ande desde já pela fé, confiando na aliança que Deus nos prometeu.
 
 

veja também