Aluno do departamento infantil incentiva realização de ação social em hospital

Aluno do departamento infantil incentiva realização de ação social em hospital

Atualizado: Segunda-feira, 19 Julho de 2010 as 4:58

Um grupo de irmãos do departamento infantil da Igreja Verbo da Vida em Fortaleza, CE, iniciou desde agosto de 2009 visitas ao Hospital Infantil Albert Sabin localizado na cidade.O grupo é composto por cerca de 20 pessoas devidamente treinadas e orientadas, pois atuam na área do hospital onde estão pacientes de maior risco.

O desejo, que já era compartilhado pela líder geral do departamento, Kátia Damasceno e do Pr. Mansueto Filho, líder local. E ganhou maior impulso, através da iniciativa de uma criança da igreja, Felipe, de 10 anos, que esteve internado no local. O garoto que entrou em contato com a realidade precária do lugar, sensibilizou-se com o fato e, depois de receber alta manifestou à sua mãe, Paula Girão, que queria como presente de aniversário promover uma campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis para doá-los aos pacientes do Albert Sabin.

Paula transmitiu o desejo de seu filho ao Pr. Mansueto, que já conhecia a realidade das crianças neste hospital, e aderiu à iniciativa mobilizando a igreja para as doações. Para a consolidação da campanha, foi realizado um evento no local. Na festa realizada, a terapeuta e coordenadora do setor no hospital, Eliana Queiroz, surpreendeu-se com a organização e com a mobilização social, o que a despertou para o desenvolvimento de uma atividade semelhante nas enfermarias do Albert Sabin.

O projeto surgiu da necessidade de combater a carência dos menores internados. Muitos destes são abandonados pelos pais nas enfermarias, por diversos motivos, e, principalmente, por desespero, já que muitas das crianças estão em estado terminal. Tal situação só contribui para piorar o quadro emocional das crianças.

O grupo foi dividido em cinco equipes que realizam visitas semanais no hospital. Com planejamentos bimestrais, o departamento infantil prega a Palavra de Deus com o auxílio de fantoches, caracterizando os personagens, assim como é feito nas salinhas da igreja.

Também são realizadas atividades como manipulação com biscuit e confecções de bonecos que focam, principalmente, a integração entre mãe e filho, relação crucial para a recuperação do paciente.   

Contudo, o projeto não se restringe a alcançar apenas as crianças hospitalizadas, busca-se também assistir àquelas que já receberam alta médica. Isso é possível através de acompanhamento domiciliar, com doação de cestas básicas e, acima de tudo, espiritual.

Mais do que uma ação social, projetos dessa natureza anunciam a Cristo, pois são construídos tendo como base um dos pilares centrais da doutrina cristã: o amor.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também