Alunos de escola adventista trocam parque de diversões por ação solidária

Alunos de escola adventista trocam parque de diversões por ação solidária

Atualizado: Sexta-feira, 17 Dezembro de 2010 as 11:50

Como forma de coroar o encerramento do ano letivo, a direção da Escola Adventista de Alvorada (EAA), na Grande Porto-Alegre, colocou diante dos alunos da 7ª série duas opções de atividades: passar um dia em um parque temático ou em um parque de diversões. Mas, de forma surpreendente, o grupo de alunos abriu mão do regalo e sugeriu outra atividade: uma ação solidária.

A ideia da classe foi beneficiar uma turma da Escola Municipal Nova Petrópolis, na própria cidade. A professora Talita Amandio, que atua no turno da manhã na Escola Nova Petrópolis e, à tarde, na Escola Adventista, ofereceu sua turma do 2º ano do municipal para ser presenteada pelos alunos da instituição adventista.

A visita aos "afilhados" aconteceu no dia 08 de dezembro. Os discentes da EAA levaram presentes, uma revista encadernada com atividades e prepararam um lanche especial para servir aos coleguinhas. Crianças de outra turma da escola municipal também foram presenteadas com brinquedos.

"Foram momentos especiais. Lanchamos juntos, entregamos os presentes e até brincamos juntos. Os alunos do Adventista prepararam também duas músicas para apresentar aos pequenos", relata o diretor da escola, Josemar Garcia.

A vivência levou Mariana Marques, aluna da 7ª série, a fazer uma leitura diferente da realidade. "A experiência me fez enxergar que a realidade, fora do meu pequeno mundo, apresenta pessoas que precisam de uma mão amiga e um abraço", afirma.

"Nosso alunos ficaram emocionados com a receptividade dos pequenos e solicitaram a oportunidade de continuar apadrinhando a turma até o final do Ensino Fundamental. Foram trocas inesquecíveis. Já estamos planejando a continuidade dos trabalhos em 2011", conta o diretor.

A Escola Adventista também doou 12 cestas básicas que serão repassadas a famílias carentes da comunidade local. A entrega será efetuada junto com a direção das duas escolas no dia 22 de dezembro.

"A escola solidifica-se não somente como um distribuidor de conhecimentos, mas também como um espaço de desenvolvimento da cidadania e da solidariedade, formando crianças comprometidas com a família, a nação e o semelhante", conclui Garcia

veja também