Amar é a solução

Amar é a solução

Atualizado: Segunda-feira, 28 Janeiro de 2008 as 12

Vocês já perceberam que com a chegada do fim de ano, as pessoas estão mais alegres e amorosas em relação ao próximo? Não é interessante?

Muitas pessoas não querem refletir sobre os seus erros do ano presente e anseiam pelo ano novo, onde tudo poderá ser melhor. No término de um ano, é natural ter um momento reflexivo sobre as metas alcançadas, porém essa reflexão não deve fazer ninguém desistir dos seus sonhos ainda que os objetivos não tenham sido alcançados.

Os erros cometidos, fracassos e incompreensões geram lições únicas naqueles que planejam metas e alvos para o ano seguinte. Quem erra, tem oportunidade de sonhar com as conquistas, tem mais possibilidade de aprender com seus erros e tem mais garra para lutar pela vitória.

Nós tratamos, ao longo deste ano, de doenças emocionais, chamando a atenção para o problema da dependência química (drogas e álcool), bulimia nervosa, síndrome do pânico, adulto borderline, transtorno obsessivo compulsivo (TOC), transtorno distímico, saúde emocional e de quando o fim da linha é a sarjeta. É importante notar que alguns desses transtornos podem ter sido desencadeados por um problema de relacionamento, seja no lar, na escola, no trabalho ou por frustrações que o indivíduo vivenciou ao longo da sua vida.

O amor é um sentimento que ajuda aquele que sofre e não deve ser praticado somente com a chegada do Natal e na passagem de ano. O amor ao próximo nada mais é do que o segundo grande mandamento dado por Deus. Se cada pessoa conseguir praticar tal mandamento, já será um passo para melhorar os seus relacionamentos, tendo como conseqüência uma vida emocional saudável. Dessa forma, neste momento de reflexão pessoal com metas e objetivos para o próximo ano, é importante incluir esse sentimento nos seus alvos. Pense nisso! Você precisa dar e receber amor ao longo de todo o ano!  Feliz Natal e um Ano Novo cheio de Amor! Deus o abençoe!

veja também