Americanos querem impulsionar o ensino do cristianismo nas escolas

Americanos querem impulsionar o ensino do cristianismo nas escolas

Atualizado: Terça-feira, 5 Julho de 2011 as 9:37

O ministério Barnabas Fund está pedindo cristãos para doar pacotes de ensino para as escolas, a fim de ajudar a melhorar o ensino do cristianismo na Educação Religiosa. Eles lançaram um pacote de recursos, o novo Auxiliar de Ensino do Cristianismo, logo após relatório de Ofsted divulgado no ano passado que constatou que a qualidade das aulas em muitas escolas primárias "não era bom o suficiente".

O relatório de Ofsted avaliou que apenas seis das 10 escolas classificaram como "satisfatório" o Ensino sobre o Cristianismo. A organização abordou uma preocupação particular do relatório. “Em muitos casos, o estudo sobre Jesus é focado em um conjunto de informações sobre sua vida, com pouca referência ao significado teológico dentro da fé".

O pacote destina-se a idades entre 7 e 11 anos, mas um pacote de bônus menor foi disponibilizado para idades entre 5 e 7. O pacote principal abrange quatro áreas-chave: o básico do Cristianismo, Bíblia, desenvolvimento de personagens e a vida e os ensinamentos de Jesus.

O pacote inclui ficção para crianças e biografias, cartazes, mapas, guias bíblicos, livros de histórias da Bíblia, linhas do tempo, DVDs de animação, livros de atividade e slides de apresentação.

O Ministério Barnabas Fund está incentivando igrejas ou indivíduos para comprar um pacote de ensino e doá-lo como um presente para a sua escola local.

A organização disse: "O programa é uma excelente oportunidade para os cristãos investirem em um material que vai ajudar as escolas em sua apresentação do cristianismo e introduzir referência cristã e livros de leitura em bibliotecas escolares.

"Muitas pessoas têm alertado para a necessidade de melhores materiais para o ensino do cristianismo nas escolas. Muitas igrejas e cristãos individuais já estão trabalhando com as escolas nas suas comunidades locais. "Ao chegar às escolas e equipá-las com o material que vai fazer a diferença, o pacote de recursos vai suprir essa necessidade e apoiar estas pessoas", afirma um integrante do Ministério.

veja também