Amor genuíno é tema de seminário nos EUA

Amor genuíno é tema de seminário nos EUA

Atualizado: Segunda-feira, 25 Julho de 2011 as 7:35

Um seminário que será realizado entre os dias 29 e 31 de julho nos EUA, terá como tema um mandamento tão conhecido mas tão difícil de cumprir: o amor ao próximo. Os estudos acontecem no Centro de Treinamento Billy Graham. O especialista em casamento e família, Dr. Gary Chapman, que estuda, ensina e escreve sobre amar uns aos outros, irá abordar o assunto durante os três dias do curso. Mas ele vai falar sobre o tema à luz do maior mandamento: amar a Deus.

Chapman diz que antes que nós possamos efetivamente amar uns aos outros, devemos ter um genuíno amor a Deus. “Ele nos amou primeiro, e Ele demonstrou o seu amor, dando Seu Filho para morrer na cruz, por isso nosso amor por Ele é uma resposta. "Depois de entender o que Deus fez por nós, não podemos deixar de dizer: 'Sim, eu quero amá-lo", explica Chapman.

Amar as pessoas é fazer mais do que ministrar para aqueles que já conhecem a Cristo, é chamar os não crentes a Ele.

Quando temos um bom relacionamento, podemos ser instrumentos de Deus para ajudar os outros a seguir a Cristo. “Quando temos relacionamentos pobres, tornamo-nos obstáculos”.

"Há muita hostilidade do mundo, mas precisamos enfrentá-lo. Parece que todos estão contra todos. Se somos chamados a ser representantes de Cristo, levando as pessoas à reconciliação com Ele, o amor é o nosso veículo mais potente", explica Chapman.

O comando é claro: fazer discípulos em todo o mundo. "Então, qual é o nosso método? Amar e mostrar preocupação com outras pessoas e com o seu bem-estar. Se eles podem ver em nós a mesma atitude e estilo de vida que viam em Cristo, eles podem ser atraídos para nós, e podemos apontá-los para Ele”, continuou ele.

Fracassos
Outro aspecto das relações humanas e celestiais que o Dr. Chapman cobrirá é como lidar eficazmente com nossos fracassos. Os participantes irão aprender a mover as falhas do passado e eliminar as barreiras entre si e aqueles que têm ofendido. "Nenhum de nós somos um perfeito canal do amor de Deus", disse Chapman.

"Às vezes perdemos nossa paciência e dizemos coisas ou fazemos coisas que não são como Cristo, e que pode conduzir as pessoas para longe dEle. A questão principal é que temos que pedir perdão e buscar o perdão da pessoa que temos ofendido, independentemente de sua condição espiritual. Para mostrar o amor, é preciso ser autêntico e honesto. Devemos buscar o perdão dos outros como temos buscado o perdão de Deus. "

Mas esse tipo de amor a Deus e aos outros não vem natural para nós, como seres humanos. "A realidade é que não podemos fazer isso sem a ajuda, o poder ou o ministério do Espírito Santo. Precisamos de ajuda divina diariamente", finaliza.

veja também