André Valadão afirma ser vítima de "mais um aproveitador da fé"

André Valadão afirma ser vítima de "mais um aproveitador da fé"

Atualizado: Terça-feira, 17 Novembro de 2009 as 12

Desde que passou a participar de eventos católicos em 2009, ao lado de bandas como Rosa de Saron, André Valadão tem gerado polêmica no meio evangélico. Após a troca de comentários em seu blog no mês de setembro com o pastor Olivar Alves Pereira, da Igreja Presbiteriana de São José dos Campos, Valadão postou um texto no último sábado, 14, no qual o define como "mais um aproveitador da fé".

Em entrevista ao Guia-me, o cantor já havia se manifestado sobre a iniciativa em ministrar em eventos como Peão de Boiadeiros - considerado o maior rodeio da América Latina e conhecido pela exposição da santa Nossa Senhora Aparecida. "Temer o que os evangélicos vão pensar e dizer, bem, é algo que tememos o tempo todo. Infelizmente, nunca sabemos o que o povo evangélico vai julgar de nossas ações. Mas o evangelho e as nossas ações evangelísticas são feitas para alcançar a todos, independente de religião ou crença".

Após a repercussão dos comentário do pastor Olivar, André publicou: "Escrevo no BLOG dizendo que estou impressionado com tanto trabalho que um tal de Olivar, graduado na Universidade Presbiteriana em 2006 (menos de 3 anos de reconhecimento) tem tido em espalhar pela internet. Ele deve estar com calos nos dedos com tamanho trabalho infantil que tem tido", disse.

Em seu primeiro comentário, Olivar afirmou: "Estou também me perguntando sobre 'o que realmente une' uma banda católica e um cantor evangélico no mesmo palco (antes eram púlpitos). E antes que me venham com essa conversa de que o que vale é a intensão do coração, já vou dizendo que boa intensão não muda a vontade de Deus".

O assunto, que rendeu réplicas e tréplicas entre Valadão e Olivar, chegou a fortes críticas. "Sobre o fato de você caminhar 'sob a direção de Deus' eu não posso questionar, pois não conheço seu coração. (...) Termino aqui com a bela poesia de Paulo Cesar, do Grupo Logos (isso é que é música, e não esse "mantra evangélico que você produz")", afirmou Olivar.

Em resposta, Valadão destacou: "Pare de mandar emails, você e sua "turminha" pro meu blog achando que vão mudar minha opinião ou até mesmo balançar minhas ações no ministério. Sou apaixonado por Jesus e não pela religiosidade de muitos que nos impedem de sermos livres e verdadeiros evangelistas e luz neste mundo. Se te incomodo, não posso fazer nada".

"Vejo este homem como um aproveitador, alguém que tem tentado usar do meu nome para se promover, tem BLOGS até dizendo que cantei AVE MARIA e outras coisas, sendo que isso é impossível de acontecer", disse Valadão.

Confira na íntegra o post de André Valadão:

Mais um aproveitador da Fé?

Se aproveitar da fé não é somente pegar dinheiro das pessoas, ou manipulá-las ao erro, vai muito além! Existem verdadeiros aproveitadores que tentam se promover usando o nome de outros e fazem de tudo para os difamar e matar.

Escrevo no BLOG dizendo que estou impressionado com tanto trabalho que um tal de Olivar, graduado na Universidade Presbiteriana em 2006 (menos de 3 anos de reconhecimento) tem tido em espalhar pela internet. Ele deve estar com calos nos dedos com tamanho trabalho infantil que tem tido.

Sou técnico em processamento de dados, Pastor formado em 2 seminários teológicos com reconhecimento ministerial fora do Brasil pois servi por 3 anos em ministérios no exterior e por um deles fui consagrado ao ministério, tenho também uma graduação em Missões, vou completar agora 10 anos de ministério, escrevo isso não para me orgulhar de títulos ou reconhecimento humano, mas tenho de certa forma uma caminhada ministerial e reconheço que tenho muito, muito a crescer e mudar em minha vida.

Quero dizer que não estou processando e nunca disse que estaria levando a justiça este homem que se diz pastor evangélico, na verdade nunca levei ninguém na justiça e nunca quero passar por isso.

Meu Blog é escrito e administrado por mim, não sou obrigado a aprovar todos os textos que são enviados aqui, mas saiba que leio tudo que recebo. Vejo isso como parte do ministério e da responsabilidade que Deus tem colocado em minhas mãos.

Disse sim que ele parasse de me escrever pois tudo o que ele estava escrevendo, e na verdade, tudo que recebo em tom ameaçador em meu blog eu encaminho para meu advogado por questão de segurança.

Vejo este homem como um aproveitador, alguém que tem tentado usar do meu nome para se promover, tem BLOGS até dizendo que cantei AVE MARIA e outras coisas, sendo que isso é impossível de acontecer.

Estou sob a liderança do Pr. Márcio Valadão, meu pai, que pastoreia a mesma igreja (Igreja Batista da Lagoinha, hoje com mais de 40 mil membros) por 39 anos.

Meu pai foi um homem perseguido pela igreja católica, chegou a ser literalmente apedrejado por eles em algumas igrejas que fundou, e foi ele, meu pai, quem me apoiou para participar deste evento, onde não me arrempendo nem um pouco de ter ido.

É notável o interesse deste em se promover, espero que você entenda e saiba que se escrevi de forma dura a ele foi porque me incomodava com palavras infantis e ameaçadoras.

Escrevo com muita tristeza no coração e pedindo que ore por mim, preciso.

Em Cristo 

André Valadão.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também