Apoiado por evangélicos e servidores do Judiciário, sindicalista é pré-candidato a deputado

Apoiado por evangélicos e servidores do Judiciário, sindicalista é pré-candidato a deputado

Atualizado: Terça-feira, 1 Junho de 2010 as 10:33

Duas forças e um grande projeto. Representatividade na Assembleia Legislativa para os congregados à igreja Assembleia de Deus e para os servidores públicos. É como são justificados os apoios recebidos pelo presidente do Sindicato do Judiciário de Rondônia (Sinjur), Israel Borges, por mostrar notório empenho pelo estado junto aos meios políticos nos últimos anos.

De acordo com Israel, seu nome foi submetido à minuciosa apreciação da Convenção Estadual dos Ministros da Igreja Assembleia de Deus em todo o estado, que o homologou como um dos pré-candidatos oficiais do crivo religioso. "A espontaneidade das lideranças evangélicas tem me surpreendido. São várias manifestações de apoio que vêem em nosso nome a oportunidade de fazer a diferença na política", disse.

Outro importante apoio é o do Movimento Sindical e servidores públicos. Segundo Israel, o grupo traçou projetos para viabilizar pré-candidaturas a deputado estadual e federal e, para tanto, houve no início de outubro de 2009, a filiação de quase 20 sindicalistas ao Partido da República (PR), sigla a qual o sindicalista é filiado. "O projeto foi abraçado pela categoria, discutido e aprovado pela Base na capital e interior", informou.

O prestígio de Israel Borges também o garantiu o apoio do presidente do PR em Rondônia, o influente prefeito Laerte Gomes, de Alvorada do Oeste e presidente da Associação Rondoniense de Municípios (AROM). Conforme o sindicalista, seu plano para ocupar uma vaga na ALE já tem, inicialmente, parecer favorável de Laerte, que o discutirá junto à militância de todo o estado de Rondônia.

SINJUR

A sindicalista Jussara Dias deve assumir a presidência do Sindicato, durante a licença de Israel para aguardar os resultados das convenções e, posteriormente, a campanha eleitoral. "Acreditamos na equipe do Sinjur para dar continuidade aos trabalhos de implantação do PCCS e da Regulamentação da Transposição, além do importante projeto de saúde do trabalhador do Judiciário", concluiu.

veja também