Após se desviar do Evangelho, jovem se arrepende e passa a alcançar universitários no Egito

Fady cedeu às tentações sexuais e acabou se afastando do Evangelho, mas foi impactado novamente por um líder de jovens.

fonte: Guiame, com informações do Portas Abertas

Atualizado: Sábado, 21 Julho de 2018 as 9:52

Fady começou um grupo de estudo bíblico para alunos, em seu dormitório. (Foto: Portas Abertas).
Fady começou um grupo de estudo bíblico para alunos, em seu dormitório. (Foto: Portas Abertas).

Pensando na falta de emprego nas pequenas cidades do Egito, Fady que morava em um vilarejo rural, mas agora reside no Cairo. O jovem começou a trabalhar aos 14 anos para ajudar a família. Em sua região é muito comum que isso aconteça. Essa tem sido a principal preocupação no coração e mente dos jovens: a falta de emprego.

Foi assim que longe da família e da igreja local, Fady ficou exposto aos princípios do mundo. Ele não tinha qualquer preparo ou maturidade necessária e por isso acabou se distanciando de Deus.

O jovem cedeu às tentações na área sexual e por isso passou a mentir para ganhar mais dinheiro. “É tão triste que os jovens não tenham ensinamento cristão suficiente antes de enfrentar o mundo”, coloca ele. Esse é o primeiro maior desafio que jovens cristãos egípcios enfrentam.

O segundo é a discriminação religiosa. Um amigo de Fady, que é estudante de medicina, seria apontado para ser assistente do professor. Mas nunca chegou a ocupar o cargo simplesmente por ser cristão.

Fady relatou sobre outros casos de professores que perseguem alunos cristãos, fazemdo perguntas difíceis quando descobrem sobre a fé deles. Um irmão é facilmente identificado pelo nome no Egito. Moças cristãs também são assediadas e ninguém ousa se opor ao comportamento de um professor, ou poderá ser reprovado.

Conversão

Um líder do ministério de jovens foi se aproximando de Fady, que por sua vez começou a se abrir com ele sobre seu passado. Este líder foi a peça-chave para que Fady finalmente entregasse a vida a Jesus e se tornasse uma nova criatura.

“Conforme me aproximei do ministério de jovens, comecei a mudar. Não precisava mais ficar sozinho e lutar sozinho. Encontrei pessoas que se importavam comigo, oravam por mim e me ajudaram a crescer no meu relacionamento com Deus”, ressalta.

Atualmente, Fady é estudante do segundo ano de engenharia, além de servir como evangelista na faculdade. O jovem visita os estudantes em seus dormitórios no campus da universidade e ora com eles.

Além disso, Fady começou um grupo de estudo bíblico para alunos, em seu dormitório. O objetivo é ajudar jovens que passam pelas mesmas dificuldades que ele passou e ajudar também os jovens da igreja em seu vilarejo.

“Meu sonho é viver o chamado de Deus para minha vida. Oro para que mesmo que a situação ao nosso redor seja difícil e diante de todos desafios que enfrentamos como jovens cristãos, continuemos a brilhar a luz de Cristo, mostrando às pessoas o caminho para encontrá-lo”, finaliza.

veja também