Após se recusar a orar, aluno ateu é expulso da sala de aula

Aluno se recusa a orar e é expulso da sala de aula

Atualizado: Sexta-feira, 20 Abril de 2012 as 12

Um aluno ateu de Roncador (PR) foi expulso da sala de aula após se recusar a orar em sala da aula. O caso aconteceu Colégio Estadual General Carneiro durante a aula de inglês.

Wanderson Flores da Rocha, tio do estudante, contou que o sobrinho se sentiu discriminado pela professora por se recusar a participar do “momento de reflexão”. 

Segundo o Paulopes Weblog, Rocha denunciou a discriminação à direção da escola e à Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos), que enviou um ofício ao estabelecimento pedindo providências.

O estudante de Roncador contou que deixou de acreditar em Deus ao tomar conhecimento mais profundamente das "teorias da ciência". Ele afirmou estar satisfeito com a decisão da escola de proibir o proselitismo religioso. “Senti que minha opinião vale.”


veja também