"Arautos do Rei" grava DVD " Vale a pena esperar" em São Paulo

"Arautos do Rei" grava DVD " Vale a pena esperar" em São Paulo

Atualizado: Terça-feira, 10 Março de 2009 as 12

Da redação

O quarteto "Arautos do Rei" gravou nos dias 7 e 8 de março, o primeiro DVD da 24ª formação. O local escolhido foi o auditório Ruy Barbosa, na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo.

Elson Gollub - Barítono, Ozéias Reis - 1º Tenor, Társis Iríades - 2º Tenor, Milton Andrade - Baixo e Ricardo Martins - diretor musical, deram vida ao DVD "Vale a pena Esperar".

"Sou um admirador da qualidade vocal e musical, um fã incondicional do louvor Adventista. Acredito que eles trazem para o meio cristão qualidade no trabalho, na letra e adoração a Deus", expressou o pastor da Igreja O Brasil Para Cristo, Paulo Lutero de Melo.

As vozes do Jovem Coral e orquestra da UNASP (Universidade Adventista de São Paulo) , sincronizadas com jogos de luzes no auditório, iniciaram a apresentação na noite do dia 6. Logo, os integrantes dos "Arautos" tomaram seus lugares no palco para cantarem seus louvores.

Além de músicas, o evento foi marcado por grandes homenagens e participações.  Alguns depoimentos do maestro e também ex-integrante do quarteto, Jader Santos, sobre a performance do atual maestro e pianista do grupo, Ricardo Martins, deram um ar humorístico ao momento onde os dois duelavam nas teclas do piano. Logo após, Santos e Martins tocaram juntos, um no piano e outro no saxofone, respectivamente.

"O Jader foi uma fonte de inspiração para mim desde criança. O fato de estar hoje aqui eu devo um pouco a ele, porque olhava e pensava: Um dia quero ser igual ao Jader", afirmou o maestro Martins.

Houve também um momento romântico, as esposas dos integrantes foram chamadas ao palco e receberam buquês de rosas e declarações de amor, onde eles agradeciam pela compreensão, devido ao tempo que ficam fora de casa em viagem pelo grupo.

As crianças puderam se divertir com a história bíblica de Daniel, contada pelo pastor e cantor Fernando Iglesias, encenada pelos "Arautos" e por voluntários da platéia. Em seguida, a música intitulada "Daniel" foi cantada e no fundo do palco foi projetado um desenho animado onde os personagens eram charges dos componentes.

"Nós que trabalhamos com música gospel temos em mente, em primeiro lugar, levar o Evangelho por meio da música. Ver as pessoas sentindo o toque de Jesus é muito emocionante", define Iríades.

A história de vida de Ozéias Reis foi contada por um vídeo com depoimentos de amigos e familiares, sua trajetória foi usada para ilustrar e validar a canção "Vale a Pena Esperar". Nesse instante, a madrasta, o pai, a esposa e filha de Reis ocuparam lugar no palco. "Hoje tive emoções múltiplas, a minha família é muito especial, me senti amado. A emoção de ver meus pais aqui foi redobrada, mais a vontade de rever minha mãe (já falecida), a música fala disso. Foi muito

gratificante", finalizou Reis.

Foto: Getúlio Camargo

veja também