Artistas falam sobre suas participações no Black So' Dream 2

Artistas falam sobre suas participações no Black So' Dream 2

Atualizado: Quinta-feira, 11 Dezembro de 2008 as 12

Artistas falam sobre suas participações no Black So' Dream 2

Da Redação

O projeto Black So' Dream teve o seu segundo álbum lançado na última terça-feira, 09 de dezembro, no Auditório Avivamento Contínuo, localizado no bairro da Liberdade, em São Paulo. Contando com a participação de grandes nomes da música black gospel brasileira e internacional, o trabalho traz uma compilação de vertentes, agradando a gostos variados.

Em entrevista ao Portal Guia-me , os cantores puderam registrar a alegria de poder participar, tanto da gravação como do lançamento do segundo volume deste projeto. Segundo a maioria dos entrevistados, o efeito causado pelo Black So' Dream no estilo musical apresentado é grandioso, ajudando a promover e difundir o evangelho de uma forma cultural. Confira abaixo os depoimentos de alguns daqueles que colocaram suas vozes à disposição para a realização deste sonho.

Márcio Attack, Rapper

Para mim está sendo muito bom estar no Black So' Dream 2. Graças a Deus eu fui escolhido para participar de uma música que se chama 'Não Chores Mais'. Aqui no lançamento, eu estou participando junto com o Izabêh e Izabêh e Blacknessboyz. Hoje, eu fico muito feliz por fazer parte. Isso também é fruto do nosso ministério, daquilo que Deus tem colocado na minha vida. Quando a gente se dedica mais ao Senhor, as portas vão se abrindo, vão aparecendo mais trabalhos. O importante é sempre levar o nome do Senhor para todos os lugares. Graças a Deus, o Black So' Dream é exatamente isso.

Izabêh, cantor

O Black So' Dream 2 é uma realização para o reino do Senhor. É uma luta de muito tempo que o Fernando [Mukulukusso] tem passado. Eu acompanhei essa luta, no sentido da afirmação dessa música, que foi permitida por Deus. Toda essa cena que rolou no Black Gospel - Pedra Viva, Banda Rara - e tem aglutinado todo esse povo de Deus. A expectativa é que esse DVD possa ganhar muitas pessoas que não conhecem os caminhos do Senhor. Eu fui chamado pelo Fernando para refazer o papel de um pastor aqui na noite do lançamento - assim como foi na gravação do DVD - e fico honrado por isso. Também participo com a música 'Mais Perto Quero Estar', que está no primeiro DVD e foi muito forte cantar aquela música no estúdio.

Sebatian, modelo e garoto propaganda

Esse convite [participar do lançamento] surgiu de uma forma muito natural. Há uma identidade muito forte da minha parte com a música gospel. Eu faço aula com o Izabêh, que já é meu professor há um bom tempo e, em nossos encontros, antes de começar com os exercícios vocais, a gente faz uma oração, sempre tem um espírito de gratidão e a gente também tem afinidades e, por isso, de uma maneira natural, eu estou aqui presente . Eu atendi não só um pedido do meu amigo e professor, mas também um pedido do meu coração e da minha alma.

Pr. Michael McCurtis, Ministro de louvor e embaixador da COGIC (Igreja de Deus em Cristo) no Brasil

Em primeiro lugar, a Black Music é a essência da alma das pessoas negras em qualquer lugar do mundo. Aqui no Brasil há um relacionamento entre as músicas africana e americana. Você tem, então, uma combinação entre a nação mãe e a música que tem sido cantada por crianças africanas no Brasil e nos Estados Unidos. A música americana é um fenômeno no Brasil e no mundo todo. É empolgante ver a música americana sendo cantada aqui [São Paulo] e ver que isso tem repercurtido em toda a nação. Com o Black So' Dream, o Fernando tem feito a mesma coisa que se faz na África. Ele tem propagado uma tradição de família para família. São músicas de Deus que as famílias experimentam entre si. Essa é importância do projeto para mim. Eu me sinto em casa, mesmo estando distante de casa.

Ton Carfi, cantor

Eu fico muito honrado por fazer parte de um evento grande que reúne os principais nomes da Black Music do Brasil. Me sinto muito feliz, não só por cantar, mas também por poder ser um canal de bênção para as pessoas que estão assistindo. Sabemos que nós, que somos ministros, cantores, nunca vamos a um evento para nos apresentarmos e sim para ministrarmos nas vidas das pessoas também. A música que eu canto aqui é romântica, voltada para Deus, mas mesmo numa música romântica, podemos mostrar pureza, que é uma coisa que falta muito nos casais de hoje e nessa música a gente quer mostrar isso. Uma pureza, um amor que Deus colocou no coração do homem e da mulher. Eu estou aqui para mostrar isso para as pessoas.

Sérgio Saas, cantor e regente do Raiz Coral

Eu acho muito legal essa iniciativa do Fernando, de fazer essa reunião de talentos, grupos, ministérios. Eu quero dar os parabéns a ele por fazer isso. Não é fácil reunir todo esse pessoal talentoso numa noite como essa. Mas eu creio que ele está fazendo isso pela direção de Deus e por isso está dando certo.

veja também