Artistas recebem oração e expõem seus talentos em São Paulo

Artistas recebem oração e expõem seus talentos em São Paulo

Atualizado: Segunda-feira, 27 Outubro de 2008 as 12

Da Redação Sábado, 25 de outubro, foi o dia de oração pelos artistas do Brasil. Por isso, a Igreja Batista do Povo (IBP), localizada na Vila Mariana, em São Paulo, promoveu um culto especial em agradecimento a Deus pelos múltiplos talentos e dons concedidos.

Durante todo o dia, os ministérios artísticos de várias igrejas brasileiras oraram e jejuaram pelos artistas nacionais. Essa data é anual e tem como objetivo resgatar esse segmento para Cristo.

Além da exposição de fotografias e quadros, o evento contou com a participação do "Ministério de Evangelismo Bora", que além da coreografia e pantomima apresentadas, possuía dois integrantes caracterizados como palhaços, interagindo com os apresentadores durante a programação. O grupo de hip hop "Tropa Celeste" apresentou-se inicialmente no corredor de entrada da Igreja, chamando a atenção de todos que passavam pelo local. Com animação e participação notória dos presentes, o "Coral Doxa" ministrou uma canção.

"Por meio da arte conseguimos transmitir aquilo que Deus tem colocado em nossos corações. A minha leitura em fotografia consiste em capturar momentos espontâneos, é uma expressão daquilo que senti no momento", afirmou Kleber Fortunato, fotógrafo que expôs seu trabalho no evento.

O pastor Ivêner Soler relembrou aos jovens da igreja, grupo que lidera, que todos os dons e talentos são doados por Deus e que toda a glória deve ser devolvida ao Criador: "A arte sem Deus é humana e vazia". Soler exemplificou: "Davi foi usado pelo Senhor através da música, ele era um artista quebrantado e cheio de Deus, segundo o coração Dele, como todo artista deve ser".

Além das participações dos ministérios da IBP, o pastor Marcos Tadeu de Lima, humorista que participou do festival "Show do Tom", veiculado pela Rede Record, apresentou o monólogo "Veredas de um Sertanejo", trabalho que é resultado de um testemunho colhido durante evangelização no sertão paraibano. "O humor é um brinde de Deus para a minha vida, levar a sua mensagem por meio desse talento", concluiu o pastor.

veja também