Ateus pedem na Justiça a retirada de cruz do memorial das torres gêmea

Ateus pedem na Justiça a retirada de cruz do memorial

Atualizado: Terça-feira, 26 Julho de 2011 as 11:53

A Associação dos Ateus Americanos encaminhou a um tribunal estadual de Nova Iorque (EUA) pedido para que o memorial do ataque às torres gêmeas do World Trade Centre, em setembro de 2009, deixe de exibir uma cruz por ser um símbolo religioso, incompatível com o Estado laico. A ação judicial cita como réus o governador de Nova Jersey, Chris Christie, e o prefeito de Nova Iorque, Michael Bloomberg.

Feita de vigas de aço, a cruz foi removida de uma igreja para o memorial no sábado, quando houve uma missa de benção pelo monge franciscano Brian Jordan.

Joe Daniels, presidente do memorial, defendeu a presença ali da cruz por ser uma homenagem àqueles que morreram no ataque terrorista.

Dave Silverman, presidente da associação, disse que a cruz da WTC é um ícone dos cristãos cujo Deus, acrescentou, nada fez para deter os fanáticos muçulmanos e impedir a morte de 3.000 pessoas.

Por isso, ele disse, a exibição desse “entulho” é ridícula.

Com informação da CNN, entre outras fontes.

veja também