Ator de 'A Paixão de Cristo' prega para jovens em universidade: "Deus vai usar vocês"

Jim Caviezel falou a estudantes da Universidade Liberty, no estado da Virgínia (EUA) e levou uma mensagem de encorajamento a eles.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Quinta-feira, 1 Março de 2018 as 9:21

Jim Caviezel atuou como Jesus Cristo no filme que até hoje é visto por milhões de pessoas todos os anos. (Foto: Liberty University)
Jim Caviezel atuou como Jesus Cristo no filme que até hoje é visto por milhões de pessoas todos os anos. (Foto: Liberty University)

Como ator, Jim Caviezel é conhecido por milhões de pessoas por seus papéis em filmes como "Alta Frequência" e "O Conde de Monte Cristo", além da série "Pessoa de Interesse" na televisão. No entanto, ele é mais conhecido entre o público cristão por seu papel marcante de Jesus no filme de Mel Gibson "A paixão do cristo" (2004).

Durante um evento realizado na última quarta-feira (28), na Universidade Cristã Liberty, em Lynchburg, Virgínia (EUA), o ator de 49 anos contou aos estudantes reunidos sobre como ele tomou a decisão de permanecer firme em sua fé ao longo de sua carreira. Ele incentivou os alunos a fazerem o mesmo, independente da carreira para qual eles foram chamados.

Caviezel estava lá para promover o seu novo filme "Paulo, Apóstolo de Cristo". O nativo do estado de Washington interpreta Lucas, que está começando a escrever sobre os ministérios de Paulo e Jesus. O filme estreia nos cinemas dos EUA em 23 de março e também deve ser lançado no Brasil, mas ainda não tem data definida.

Caviezel disse ao público que tinha 19 anos quando sentiu o chamado de Deus para ser um ator.

"Eu senti esse amor, essa paz que nunca havia sentido antes", lembrou ele. "Ouvi Deus dizer: 'Eu gostaria que você fosse um ator'. ... Eu não sabia para onde ir. Eu fui chamado para ser um ator, mas isso exigiria que Ele me ensinasse e me levasse aos professores certos, aos filmes certos para atuar".

Depois que ele foi lançado no filme "Além da Linha Vermelha" (1998), Caviezel disse que recebeu uma ligação de seu agente dizendo que Mel Gibson queria se encontrar com ele.

"(Mel me disse): 'Se você aceitar esse papel (de Jesus), talvez você não volte a trabalhar nessa cidade", disse o ator. "Eu senti o medo entrar em mim. Isso é uma coisa sobre nossa fé. Quando isso (medo) acontece, isso não é Jesus".

Mas Caviezel não deixou que o medo do futuro o impedisse de continuar. Ele aceitou o papel.

"Eu disse: 'Minhas iniciais são J.C. e eu tenho 33 anos", lembrou o ator. "(Mel disse), 'Você está me enlouquecendo', e ele desligou o telefone".

Caviezel disse aos alunos que Deus tem um chamado para cada um em suas vidas.

"Deus vai usar vocês em lugares diferentes de suas vidas", disse ele ao público. "O mundo vai olhar para vocês, em busca de esperança, e vocês vão sofrer por isso".

Caviezel lembrou-lhes que Deus nunca iria deixá-los ou abandoná-los.

O ator disse que uma das maiores razões pelas quais ele decidiu aceitar o papel de Lucas no novo filme foi porque ele vê como os cristãos de hoje estão sendo assassinados por causa sua fé, assim como a igreja primitiva. Ele também lembrou aos alunos que eles seriam perseguidos enquanto aceitassem o chamado de Deus em sua vida.

"Você vão ter um poder e uma oportunidade. Vocês estão aqui por algum motivo", observou Caviezel. "Jesus disse: 'Se eles perseguirem vocês, saibam que eles perseguiram a mim primeiro".

veja também