Ator de Transformers deixou o tráfico ao ser tocado por Deus: "O plano Dele é melhor"

Remi Adeleke se envolveu cedo com roubos, drogas e tráfico. Após sua segunda prisão, ele passou a ler a Bíblia e sua vida começou a mudar.

fonte: Guiame, com informações do site Hello Christian

Atualizado: Quinta-feira, 22 Junho de 2017 as 1:24

Adeleke teve sua vida transformada ao ler a Bíblia na prisão. (Foto: Reprodução).
Adeleke teve sua vida transformada ao ler a Bíblia na prisão. (Foto: Reprodução).

Remi Adeleke é ex-militar e hoje um ator bem sucedido. Mas as coisas nem sempre foram tão boas para com ele. O artista passou por tempos bem obscuros em sua vida e carreira, e somente quando ele conheceu Jesus, tudo começou a mudar. Ele revela em um vídeo do movimento “I’m Second” seu testemunho.

"Desde que eu era jovem, eu sempre quis controlar as coisas. Sempre senti que precisava ser o único a fazer as coisas acontecerem na minha vida. É difícil para mim confiar nas pessoas ou confiar nos que estão longe de mim", revelou.

Ele lembra que vive em Nova York desde o início dos anos 2000 e que lutou contra a imagem de ser um "bandido". "Eu não tinha um exemplo de homem para me dizer o que eu deveria fazer. Então, comecei a roubar a minha mãe e isso progrediu para assaltar na rua. Depois disso comecei a vender drogas", contou.

Então, seu pai morreu. E isso acabou com sua vida. "Um dia eu estava deitado na cama, uma voz continuou me pressionando, dizendo que eu precisava me juntar ao exército".

Silêncio

Durante seu treinamento, Adeleke fez provas de sobrevivência no tempo frio do Alasca. "Enquanto eu caminhava por esta região selvagem, tive tempo de refletir no silêncio. Comecei a pensar em como eu tratava minha mãe e pessoas que eu amo. Desejava por essa presença paterna. Mas, comecei a ter pensamentos suicidas. Eu estava no ponto mais baixo da minha vida", ressaltou.

"Eu não sabia nada sobre a Bíblia, mas eu simplesmente comecei a gritar por Jesus. ‘Ajude-me Jesus, ajude-me’. Comecei a me cercar de cristãos que realmente viviam a Bíblia. Tudo o que eu queria fazer era estar com Ele", disse.

Então, Adeleke sentiu o Senhor dizer-lhe para sair do exército. "É hora de você seguir em frente", ele sentiu Deus dizer. Então ele saiu, mas as coisas ficaram ainda mais difíceis. "Eu não sabia como pagar as contas. Eu estava esperando ter muitas oportunidades para trabalhar e isso não aconteceu”, colocou.

“Comecei a ficar realmente nervoso e eu só tinha cerca de seis meses de poupança. Minha esposa estava grávida do nosso primeiro filho. Nós estávamos acabados e por isso nos divorciamos. Fiquei tão frustrado. Fiquei com raiva de Deus. Foi o silêncio", disse Adeleke.

Um novo tempo 

Então, o telefone tocou. "Uma senhora com quem trabalhei anos antes me lançou em um programa de TV. Ela disse: ‘Estou tentando encontrá-lo para um filme que será filmando amanhã. Os Transformers’. Eu começaria como um extra, mas algo aconteceu”, disse.

"Eles disseram que o diretor queria me atualizar para um papel principal e perguntaram se eu estava disponível para filmar o resto da produção. E eu disse: ‘com certeza’. O diretor era Michael Bay”, pontuou o ator.

"Quando eu olho para minha história, para as forças armadas, para um casamento, sendo pai, agora como ator. Se houver uma palavra para resumir isso eu diria: Deus. Ele esteve comigo durante toda a minha vida. Ele viu o bem, o mal e o feio. Ele usou tudo para me levar para onde eu estou hoje", contou.

No caminho

Agora, Adeleke quer seguir Jesus todos os dias de sua vida. "Eu só quero permitir que Deus faça tudo o que Ele quer fazer na minha vida. Se Ele quer me tirar desta carreira de ator na próxima semana, então que seja assim. Se ele quiser que eu volte para o exército, então que seja assim. Se Ele quiser que eu entre em um ministério de tempo integral, que seja assim", disse.

"Eu sei que o plano dEle é melhor do que qualquer plano que eu poderia ter. E mesmo que o plano dEle não tenha sentido para mim, é tudo o que eu preciso. E tudo isso não é apenas bom para mim, mas para minha família também", finalizou.

veja também