Audiência de menino violentado poderá ter acareação entre acusados

Audiência de menino violentado poderá ter acareação entre acusados

Atualizado: Terça-feira, 23 Fevereiro de 2010 as 12

Acontece na próxima quinta-feira, 25, a última audiência de instrução do caso Lucas Terra, violentado sexualmente em 2001 e, em seguida, assinado. Em nota oficial, o Ministério Público da Bahia (MP) afirma que, na audiência, deve haver acareação entre o pastor Silvio Galiza, que confessou o crime e está preso, o bispo Fernando Aparecido da Silva e o pastor Joel Miranda, também acusados, mas livres.

Os advogados de defesa dos acusados querem evitar a acareação. No entanto, o promotor de Justiça David Gallo, responsável pelo caso, manteve o pedido para que a acareação fosse realizada depois de identificar contradições nos depoimentos dos religiosos da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd).

Violência

Em março de 2001, o corpo de Lucas Terra foi encontrado em um terreno na Avenida Vasco da Gama. Lucas tinha 14 anos quando foi morto e, desde a época do crime, a família do garoto se dedica de modo árduo para que o caso não seja esquecido e os culpados sejam punidos.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também