Autoridades do Chipre acham Bíblia escrita no dialeto do idioma nativo de Jesus

Autoridades do Chipre acham Bíblia escrita no dialeto do idioma nativo de Jesus

Atualizado: Quinta-feira, 5 Março de 2009 as 12

Nicósia - Autoridades do norte de Chipre acreditam ter encontrado uma antiga versão da Bíblia escrita em siríaco, um dialeto da língua nativa de Jesus Cristo. Especialistas estão divididos quanto à proveniência do manuscrito e discutem se ele é autêntico - o que o tornaria inestimável - ou uma fraude.

O manuscrito foi encontrado em operação policial contra supostos contrabandistas de antigüidades. A polícia turco-cipriota afirmou acreditar que o objeto possa ter até dois mil anos de idade e contém trechos da Bíblia escritos em letras douradas sobre velinos atados precariamente. Uma das páginas traz o desenho de uma árvore, e outra oito linhas de escrita cirílica. Segundo especialistas, o uso de letras douradas no manuscrito pode evidenciar que tenha menos de dois mil anos.

A relíquia foi apreendida na semana passada, em operação que terminou ainda com a prisão de nove pessoas. As investigações ainda descobriram uma estátua de orações e um entalhe em madeira de Jesus que se acredita pertencer a igreja no norte, de domínio turco, e dinamite.

Contrabando

A polícia acusou os detidos de contrabando de antigüidades, escavação ilegal e posse de explosivos.O cirílico, um dialeto do aramaico, a língua nativa de Jesus, já foi falado em boa parte do Oriente Médio e da Ásia Central. Ele ainda é usado por cristãos sírios e na Igreja Ortodoxa Síria do Chipre, e o aramaico ainda é utilizado em rituais religiosos de cristão maronitas. Um especialista em manuscritos que viu fotos da Bíblia disse que algumas palavras parecem estar em cirílico moderno, língua que não foi escrita até a metade do século XIX.

veja também