Autoridades e comunidade se reúnem em Assembleia de Deus

Autoridades e comunidade se reúnem em Assembleia de Deus

Atualizado: Quinta-feira, 2 Dezembro de 2010 as 10:09

Iguape – Na quarta-feira, 24/11, a Assembléia de Deus – Ministério de Santos, na Vila dos Parentes – Bairro do Peroupava foi sede da reunião itinerante da Câmara Municipal.

O vereador Roberto Morais Silva presidiu o encontro que contou com a presença dos vereadores Elias Teixeira de Aguiar, Marcelino José de Andrade Pereira e do presidente da Casa Legislativa vereador Joaquim Antonio Coutinho Ribeiro. A má conservação da estrada foi o item mais debatido e cobrado pelos moradores que foram bastante atuantes em suas reivindicações, como segue:

1) Exigem qualidade de serviço por parte da empresa responsável pelo ônibus escolar, contratada pelo Executivo Municipal. Segundo eles, os veículos apresentam freqüentes problemas de manutenção mecânica e em conseqüência deixam sem opção de transporte os alunos daquela localidade. Os moradores ressaltam que a precariedade da estrada prolonga o retorno das crianças que, por exemplo, saem da cidade por volta das 12h20 e só chegam ao bairro às 15h00, sem lanche, almoço e na maioria das vezes até sem café da manhã. Um abaixo assinado já foi entregue e até o momento nenhuma melhoria nesse sentido foi atendida; A mesma dificuldade acontece com os ônibus de linha regular e se agrava em dias chuvosos;

2) Solicitação à Empresa Telefônica para que efetue reparo no suporte do único telefone público (orelhão) do bairro, cujo apoio está improvisado com uma base de bambus feito pelos próprios moradores. A base original está totalmente deteriorada;

3) Solicitação à Empresa ELEKTRO para que efetue a troca dos postes de energia que são de madeira e sofreram danos com ação do tempo e oferecem perigo às residências;

4) Melhorias no atendimento e funcionamento do postinho de saúde (PSF) local;

5) Reativação do funcionamento da escola do bairro que se encontra inativa por danos no forro que a menos de um ano foi reformado e, no entanto cedeu. Os pais afirmam que as duas salas de aulas da escola local têm maior capacidade que a escola da Barra das Areias, para onde os alunos foram removidos e, hoje, por conta dessa demanda, está super lotada. O acúmulo de crianças reflete também no transporte que é efetuado por uma única Kombi que não é suficiente para locomoção do atual número de alunos.

6) Coleta de lixo não existe no bairro, em função da péssima condição da estrada. Os moradores lamentam que com a falta do serviço, moradores menos conscientes despejam seus lixos no Rio Peroupava em flagrante agressão ao meio ambiente;

7) Perguntar ao Executivo e ao DER – Departamento de Estrada e Rodagem se existe algum convênio/projeto/planejamento e perspectiva para asfaltar a estrada do Peroupava; Solicitar informações da Secretaria de Transporte do Estado, o porquê da estrada municipal de Registro (SP 22), constar como asfaltada em aparelhos GPS;

9) Na questão da agricultura familiar, eles reclamam que a lei não está sendo cumprida no município e que centenas de produtores locais deixam de ser beneficiados com a aplicação da referida lei;

10) Solicitam apoio do Executivo municipal para construção de torres de sustentação nas margens do Rio Peroupava objetivando a colocação de mangueiras sobre o Rio para condução da água que vem do morro Caiobá, para o bairro. Atualmente as mangueiras são submersas e sofrem constantes rompimentos em decorrências da forte correnteza que se forma principalmente após chuvas.

A próxima atividade itinerante será realizada no bairro do Icapara, dia 09 de dezembro de 2010, às 19 horas.

veja também