Baruk mescla estilos para demonstrar a multiforme graça de Deus

Baruk mescla estilos para demonstrar a multiforme graça de Deus

Atualizado: Segunda-feira, 14 Junho de 2010 as 12:14

Ao ritmo de salsa, pop rock, folk e eletrônico, o cantor Paulo César Baruk apresentou na última sexta, 11 de junho, seu último CD, Multiforme, no Espaço Super Nova, em SP. Com lotação máxima, cerca de 1.200 pessoas, o evento trouxe participações de convidados como Leonardo Gonçalves, Thiago Grulha, Ton Carfi e Daniela Araújo.

Reconhecido entre músicos pela qualidade vocal e técnica, Baruk, como já é de costume em trabalhos anteriores, transita em diversos estilos. A intenção no novo disco, segundo o próprio cantor, foi demonstrar as diversas formas que Deus pode se manifestar.

"A minha expectativa é de que este trabalho gere no coração das pessoas o desejo de serem mudadas e moldadas por Deus a cada dia, para que a nossa vida esteja em acordo com o que a Palavra nos ensina", destacou Baruk ao GUIA-ME.com.br.

Para Leonardo Gonçalves, que participou em Multiforme na faixa "O Nome de Jesus", Baruk consegue mesclar a musicalidade diversa de maneira coesa. "A voz dele permite esse passeio. Embora seja um timbre muito característico, não é algo que o prenda em um estilo só. Muitas vezes se corre o risco de ficar uma colcha de retalhos, mas com ele não. A banda dele também tem competência de tocar todos esses estilos diferentes", avaliou Gonçalves.

Além da sonoridade, o anfitrião da noite dedicou as artes a Deus. Durante a música "Corro para Ti", Manoel Plácido se concentrou em traduzir seu sentimento por meio da pintura. "Nem sempre as escolhas das cores são o que seria o ideal, mas é pelo sentimento mesmo. Tecnicamente eu vim de uma escola realista, então é difícil vencer as limitações para deixar fluir", disse o artista que considerou a obra final como muito inferior ao que sentiu. "Pessoas muito cultas gostam de grandes artes como a pintura. Esse rapaz que pintou é um missionário. É a arte a serviço da unção", observou o cantor Kaliba, que recentemente lançou o CD Jesus.

Na primeira fileira ao lado da esposa, o cantor Samuel Barbosa aprovou o evento. "Deus está literalmente acabando com os 'homens show'. Estamos trazendo a realidade de Deus para essa Terra e mudando a mente das pessoas. A nossa batalha hoje é fazer como que o foco das pessoas esteja em Jesus", expôs.

"O Baruk é uma pessoa que tem nos ensinado a fazer um trabalho

perfeito, de qualidade", disse Ton Carfi.

Como Abraão

Prestes a lançar seu primeiro trabalho pela Sony Music, Leonardo Gonçalves acredita que não é por competência que Baruk não está numa grande gravadora, mas por opção. No seu currículo, estão produções de Mara Maravilha, Jaqueline Ribas, Maciel Martins e Sandrinha. 

"Ele está trilhando esse caminho independente e acho que de uma maneira muito consciente. Ele gosta de determinar essa liberdade, de quando ele vai gravar, como vai fazer", entende Gonçalves que, por não se considerar "muito organizado", sempre optou por estar ligado a uma gravadora.

Thiago Grulha, Coral Resgate e Queila Martins são alguns dos amigos de Baruk que integram o casting da Salluz Productions, sua gravadora própria. Na opinião de Leonardo Gonçalves, o selo fonográfico é o meio pelo qual o artista tem realizado o propósito de Deus.

"Abraão foi abençoado não para acumular riquezas, mas para que através dele o mundo fosse abençoado. Eu vejo o Baruk muito assim. Deus tem dado êxito e sucesso para ele em todas as possíveis áreas. Ao investir em outros artistas, ele está cumprindo esse chamado, de ser bênção na vida de outras pessoas", reflete Gonçalves.

"O Baruk é uma pessoa que tem nos ensinado a fazer um trabalho perfeito, de qualidade. Mesmo Deus tendo levado ele aonde levou, ele continua sendo a mesma pessoa", afirmou Ton Carfi, um dos intérpretes da canção "Deus Está", composta por Thiago Grulha, do CD Multiforme.

Por Felipe Pinheiro

Fotos: Felipe Pinheiro

veja também