Batismo da Primavera é festa espiritual de todas as idades

Batismo da Primavera é festa espiritual de todas as idades

Atualizado: Quinta-feira, 21 Outubro de 2010 as 11:43

O Batismo da Primavera foi criado em 1963, quando o pastor Ademar Quint era distrital em Madureira, no Estado do Rio de Janeiro. Naquela ocasião, foram batizados 48 juvenis. Dali em diante, esse evento se tornou a principal festa batismal dentro do calendário eclesiástico adventista. "Dessa forma, todos os anos, cravos e rosas desabrocham para a eternidade no colorido e perfumado jardim de Deus", explicou o então líder de Jovens Adventistas para a América do Sul, Otimar Gonçalves.

Não é diferente aqui no Distrito Federal e cidades do entorno. O mês de setembro é conhecido pelas cerimônias especiais de batismo que acontecem por todas as Igrejas Adventistas da região. É uma festa, decoração especial, famílias inteiras prestigiam a decisão de crianças e adolescentes, e há a empatia nostálgica de muita gente que já passou pela mesma experiência.

Mas, não é caso exclusivo de pessoas com poucas primaveras. Olavo Fernandes da Silva, de 51 anos, foi um dos mais velhos que participaram da festa do Batismo da Primavera deste ano. Ele é da Igreja Adventista de Taguatinga Norte, e após 15 anos freqüentando regularmente as reuniões decidiu selar o compromisso com Cristo. "Alguns nem sabiam que ele ainda não havia sido batizado, porque já faz parte da família da igreja faz tempo", disse o líder espiritual de Taguatinga Norte, Airton Moreno. "Mas nunca é tarde para tomar essa decisão, e a festa foi ainda mais especial. Eu mesmo nunca conheci um caso como este de alguém que esperou tanto tempo, mesmo já na rotina da religião", revelou.

O Centro Educacional Adventista de Planaltina (CEAP) e a igreja se uniram numa das maiores festas batismais da igreja central da cidade. "Trinta e quatro pessoas foram batizadas, um resultado do esforço do trabalho da igreja, Ministério da Criança, Calebes, Pequenos Grupos e também da Classe Bíblica Teen, realizada regularmente com os alunos da nossa escola", aponta o líder espiritual da região, Eduardo Vianna. A cerimônia motivou a decisão de outras dez pessoas, que devem participar da mesma emoção em breve. "Com o devido acompanhamento das duplas, amigos e Pequenos Grupos, essas pessoas têm o suporte que precisam para conhecer mais profundamente a palavra de Deus", explica Vianna.

Em 2010 os números apontam crescimento, foram 428 batismos no mês da primavera. Segundo o evangelista do DF, Marcelo Dadamo, o número é 13% maior que o mesmo período do ano passado. "O evangelismo tem crescido em vários níveis. Com a ação dos Pequenos Grupos, Duplas Missionárias, Classes Bíblicas, Calebes, Domingos Especiais, Semanas de Colheita, a obra bíblica nos Colégios Adventistas e outras frentes. Observamos um povo comprometido com a missão de levar o evangelho", confirmou Dadamo.  

veja também