Batistas são impactados em acampamento para promotores

Batistas são impactados em acampamento para promotores

Atualizado: Quarta-feira, 18 Agosto de 2010 as 10:26

Nos dias 13 a 15 de agosto, promotores do estado de São Paulo estiveram reunidos no Acampamento Batista em Sumaré para mais um encontro de preparação para a Campanha 2010 - Por um Brasil Verdadeiramente Feliz.  Mais de 300 pessoas marcaram presença na programação, onde puderam ser abençoados com testemunhos, mensagens, idéias para promoção missionária e muito mais.

A programação teve início na sexta-feira e contou com a participação do pr. Vagner Vaelatti, da IB Boas Novas em Vila Zelina.  Em sua mensagem, ele destacou o papel do promotor de missões que age segundo o coração de Deus. Além dele, missionários do estado deram testemunhos que impactaram os presentes.  A manhã de sábado foi marcada por um ambiente étnico, onde os promotores receberam informações de obreiros que levam a Palavra a estrangeiros e descendentes. São eles: Árabes, Ciganos, Espanos e Africanos. 

O auge da programação aconteceu na noite de sábado, quando os promotores receberam uma caravana de 56 pessoas da Missão Batista Cristolândia. Além de testemunhos desafiadores acerca da Missão,  12 ex-moradores de rua da cracolândia foram batizados no local. O culto se estendeu até às 2h do dia seguinte, sendo encerrado com a mensagem do pr. Fernando Brandão.

No acampamento, as igrejas representadas tiveram a oportunidade de abraçar um projeto missionário de SP através do PAM Brasil. Houve unanimidade nas parcerias e todos os projetos ali apresentados foram apoiados.Para a promotora Juvelina, da PIB de Itaquera, o encontro foi inesquecível. "Nunca vi um Encontro de Promotores como este. Sentimos que realmente o Senhor de Missões estava presente em tudo que foi transmitido". Alvina, da PIB de Suzano, reafirmou as palavras da promotora: "Sou crente há 40 anos, participei de todos os encontros de promotores aqui no Estado, mas nunca vi algo que impactasse tanto a vida do promotor como vi nesse acampamento".

Para os gerentes regionais de SP, pr. Exequias e Maria Helena Santos, o acampamento foi um sinal de que Deus deseja este avanço missionário na Pátria. Certos de que há muito a fazer, eles convidam os batistas a cumprirem o papel de evangelizar e discipular cada pessoa em solo brasileiro.

veja também