Bíblias são proibidas de entrar no Uzbequistão

Bíblias são proibidas de entrar no Uzbequistão

Atualizado: Sexta-feira, 25 Fevereiro de 2011 as 8:45

A liberdade religiosa é um direito instável no Uzbequistão. Segundo o Fórum 18 News, Pitirimov Natalya, o contador da Sociedade Bíblica do Uzbequistão foi multado por violar os procedimentos sobre a importação de dois carregamentos de Bíblias infantis em 2008 e 2010.

O Comitê de Estado de Assuntos Religiosos, que controla a censura de toda a literatura religiosa, não está permitindo que as Bíblias sejam liberadas, apesar dos apelos das igrejas locais. O juiz, neste caso, disse ao Forum 18 que as igrejas não apresentaram o seu pedido no tempo e agora as Bíblias precisam ser devolvidos à custa da Sociedade Bíblica.

Joel Griffith, da Associação Evangelho Eslavos, diz que esta é apenas outra tentativa de restringir a liberdade religiosa. "Isso é parte integrante do aumento contínuo das restrições sobre as igrejas evangélicas e entidades religiosas no Uzbequistão. E é certamente muito preocupante ver isso acontecer."

Autoridades disseram que eles confiscaram Bíblias porque a Sociedade Bíblica não deu solicitações de envio para a Comissão dos Assuntos Religiosos no tempo, e eles também alegaram que não havia necessidade de importação de Bíblias no Uzbequistão, porque "há uma versão eletrônica disponível na internet."

Griffith disse que isso é um grande erro. "Olhe o que aconteceu no Egito, na maneira que eles bloquearam a internet. Dizem que você pode obter uma versão eletrônica na internet, mas mesmo que você consiga agora, não há garantias de que poderá ter acesso amanhã.

Somente as igrejas registradas podem solicitar permissão para material de impressão ou de importação. A literatura religiosa é muitas vezes apreendida pela polícia durante os ataques e depois destruída.

Isso faz com que o alcance ao evangelho seja difícil. "Qualquer um que está fazendo o ministério pelo mundo, e especialmente em lugares como o Uzbequistão, realmente precisa trabalhar o mais discretamente possível."

Uzbequistão ocupa o número 11 na lista de vigilância mundial dos países em perseguição aos cristãos.

veja também