Bispa Sonia ministra no terceiro dia da Conferência Apostólica

Bispa Sonia ministra no terceiro dia da Conferência Apostólica

Atualizado: Sexta-feira, 15 Julho de 2011 as 11:49

Ela falou sobre a benção da família que estava na vida de Abraão

No terceiro dia da 6ª Conferencia Apostólica, que está sendo realizado no Ginásio da Portuguesa em São Paulo durante toda essa semana, a bispa Sonia Hernandes ministrou no período da manhã e falou sobre a “Benção da Família”, baseado em Genesis 12:1-3, onde diz que a benção foi imputada na vida de Abraão por justiça, pois ele creu em Deus. “Os que creem são da família de Abraão”, disse a bispa.

A benção da família vem de Abraão e só é possível vivê-la se estivermos com Espírito Santo. As grandes batalhas da bíblia foram travadas dentro da família, a primeira aconteceu na família de Adão e Eva, briga das luzes com as trevas. Nessa briga as trevas venceram, pois Eva deu ouvidos a serpente e achou que seria como Deus caso comesse do fruto proibido.

“Quando começamos a querer ser igual ou ficar no lugar de Deus, buscamos o que é bom para nós”. Na casa de Adão e Eva, começou a reinar o desejo deles, suas vontades (Gn 4;7). Quando as coisas começam assim o desejo se torna contra a pessoa, explicou.

“Essa inversão de valores traz a compreensão do que faz mal dentro da própria casa, deixando as pessoas vingativas. Ficamos como Caim, e nossa própria boca se torna contra nós”. Durante a ministração, a bispa profetizou para que todos tenham a boca de benção. “Para aparecer é só começar a orar e ser cheio do Espírito Santo. Dessa forma o mal vai embora”, disse ela.

A segunda família que recebeu a guerra foi a de Noé. Deus disse que para eles daria uma terra nova. Em Gênesis 9, fala sobre a aliança que o Senhor fez com Noé, a mesma benção da fecundidade que estava em Adão estava sobre ele. Porém, sua família não conseguiu essa benção, pois ele plantou uma vinha, ficou bêbado e seu filho o expôs, quebrando o principio de autoridade. “Quando você quebra um principio de autoridade, a maldição vem para sua vida”, declarou. A miséria, falta de recurso, de amor, respeito e temor de Deus entraram na vida do filho de Noé.

Segundo ela, a honra traz bênção para a tua vida. “Deus escolheu aquele que não tinha família para ordenar a sua benção. Ordenou que Abraão saísse de sua parentela, para que pudesse andar nos caminhos de Deus”.

Deus ordena a benção em nossas vidas. As coisas não são feitas porque nós podemos, mas porque Deus pode, disse ela. “Nós podemos tudo naquele que nos fortalece”. Explicando que a ordem é que para que nós saíssemos da nossa parentela, da terra de choro e lamentações. Enquanto nossos olhos estiverem no Egito não veremos as promessas de Deus.

A bispa Sonia profetizou ainda que hoje seria o dia de romper com o Egito, e que não seremos mais problemas para as coisas de Deus. O Espírito Santo pode nos levar para lugares altos. A família que louva que adora, não fica no Egito, sempre está na promessa.

Enquanto Abraão carregou Ló, Deus não podia fazê-lo enxergar a terra prometida. Somente depois de separar da família foi que ele pôde viver a promessa. “Uma das principais armas do inimigo é tentar nos distrair com conflitos familiares. Abraão podia até sentir saudade de Ló, mas o deixou ir. Continuou orando por ele, mas cada um para seu lado. Nosso posicionamento muitas vezes tem que ser esse, não é abandonar a família, mas andar com Deus”.

Sobre os conflitos familiares ela disse que Deus permite muitas vezes para nos liberar para fazer a sua obra. Por isso não se deve ficar sob o jugo escravidão, devemos satisfazer a Deus, pois ele nos chamou para fazer a sua obra.

Ela ainda ministrou sobre que Abraão precisou fazer para viver a benção da família:

1. Abraão precisa se libertar de toda mentira e exercer seu sacerdócio e ministério de intercessão (Gn 20:6-11). “Comece a exercer seu ministério, falar do amor de Deus. Antes do milagre, vem a honra de ser servo de Deus”; 2. Precisou sair do fruto das atitudes da carne (Gn 17:17) – “A carne tem seu jeito de resolver, mas Deus tem outro”, exclamou a bispa. 3. Vencer o tempo da carne e entrar no tempo de Deus - “a carne tem seu tempo, mas Deus tem outro tempo. “tem promessa do senhor pra entrar em nossas vidas”. No final da ministração, ela repartiu a unção de fé que está sobre sua vida, profetizando que Deus marca seu povo com o sinal da aliança e a justificação pela fé.

Os cultos no dia de hoje acontecem ainda por todo o dia nos períodos da tarde e noite, com ministração do apóstolo Estevam Hernandes e apóstolo César Augusto, respectivamente.

veja também