Bispo da Universal ora em favor dos enfermos e pelas famílias

Bispo da Universal ora em favor dos enfermos e pelas famílias

Atualizado: Sexta-feira, 12 Novembro de 2010 as 7:48

A capital dos mineiros, Belo Horizonte, foi escolhida para a visita missionária do bispo Romualdo Panceiro, neste último domingo (07), no Templo Maior, Avenida Olegário Maciel, 1329 Lourdes, às 09h30.

O bispo deu início à reunião de Concentração de Fé e Milagres ressaltando que “ás vezes as pessoas podem até te darem as costas ou um não como resposta, mas o Senhor Jesus sempre está pronto para lhe estender as mãos.”

Prosseguindo, o bispo fez orações em favor dos enfermos, cativos e pelas famílias presentes e representadas, determinado total libertação.

Enfatizou ainda a importância de a pessoa escolher o caminho certo a seguir. “Porque existem dois caminhos, o que te leva para a morte e outro para a vida. Nós é que determinamos a nossa qualidade de vida, através das nossas escolhas. E até mesmo o nosso futuro: Deus nós dá o direito de optar por aquilo que queremos plantar hoje para que possamos colher amanhã. Se o seu amanhã têm sido de coisas velhas, você é o único culpado. A Fé é exatamente para determinar o seu destino bem sucedido”, afirmou.

Para exemplificar que Deus quer fazer coisas novas na vida de todos, citou o livro de Apocalipse 21.5: “E aquele que está assentado no trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve, porque estas palavras são  fiéis e verdadeiras”.

Antonio Dárcio, consultor de vendas, antes de conhecer a Igreja Universal do Reino de Deus levava a vida na boemia com amantes. Com o casamento fracassado, sua família era dividida “Não tinha diálogo com a minha esposa e não sentia o amor de pai para com os meus filhos. Procurava nas amantes, nos “amigos” e bares preencher o vazio que existia dentro de mim”, recordou.

Se não bastasse sofria de depressão e insônia. Dárcio, sem o conhecimento da palavra de Deus, achava tudo normal e não considerava sua vida errada. Para ele, ter a esposa em casa e um amante na rua era algo normal. “Na verdade eu estava dominado pelos opressores. Mas eu não queria aquilo para mim. Eu tinha um sonho de ser feliz com a minha família, amar a minha esposa e meus filhos”, afirmou.

Mas, exercitando a fé, ele optou pelo caminho certo, o caminho que leva a vida, como citado acima pelo bispo Romualdo. “Hoje, não tenho mais depressão e insônia, meus filhos são abençoados, temos casa própria e a minha esposa possui o próprio negócio. Tenho uma família feliz”, testemunhou.

Ao final da concentração, o bispo aconselhou os participantes para ficarem sempre no espírito de tranquilidade e oração.

veja também