Bispo Macedo ensina sobre a importância do encontro com Deus

Bispo Macedo ensina sobre a importância do encontro com Deus

Atualizado: Quarta-feira, 22 Setembro de 2010 as 11:01

Em reunião realizada no Templo Maior de São Paulo (SP), no bairro de Santo Amaro, no último domingo (19), o bispo Edir Macedo falou para as mais de 6 mil pessoas presentes sobre a importância de conhecer o Senhor Jesus.

O bispo explicou que quando se fala em Jesus não se trata apenas de salvação eterna, mas da salvação necessária para se viver, aqui e agora. "Quando a pessoa tem uma experiência pessoal com o Senhor Jesus, a vida dela muda da água para o vinho. Ela deixa de ser dominada pelo nervosismo, depressão, insegurança. Todos podem ficar contra ela, mas ninguém poderá destruí-la, somente ela mesma", afirmou.

Ele também explicou a diferença entre alcançar bênçãos pela fé e ter o verdadeiro encontro com Deus. "Não podemos adorar quem não conhecemos. É como se eu falasse para vocês a respeito de um prato de comida muito saboroso, mas que vocês ainda não experimentaram. Uma coisa é a pessoa ser abençoada, mas não é suficiente. O suficiente e o melhor, é conhecer o Senhor Jesus como Ele é e não só de ouvir falar. Enquanto você não tiver este encontro, só receberá migalhas", ensinou.

De acordo com o bispo, para que esse encontro aconteça, é necessário que Deus veja dentro da pessoa a mesma sede de conhecer Jesus que Ele viu dentro do coração de Zaqueu, como diz a bíblia no livro de Lucas, capítulo 19:

"E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando. E eis que havia ali um homem chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico. E procurava ver quem era Jesus, e não podia, por causa da multidão, pois era de pequena estatura. E, correndo adiante, subiu a um sicômoro bravo para o ver; porque havia de passar por ali.

E quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa. E, apressando-se, desceu, e recebeu-o alegremente. E, vendo todos isto, murmuravam, dizendo que entrara para ser hóspede de um homem pecador. E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado. E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão. Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido."

Baseado no capítulo acima, o bispo ensinou: "Zaqueu, apesar de ser bandido, tinha um desejo de conhecer Jesus. Anão, ele se esforçou para subir na árvore e vê-lo passar. Sem esperar, ele recebeu o convite de Jesus e foi para casa alegre. Para conhecê-lo, você deve ter um desejo sincero em seu coração e abrir mão da sua própria vontade, pois Ele estará pronto para lhe responder."

Antes de convidar as pessoas para oração, o bispo deixou claro que as palavras ditas não se tratavam de religião, mas de vida. "A paz existe no coração, mas do lado de fora é guerra constante. A pessoa que ainda não teve este encontro vive de migalhas e essas migalhas não são suficientes para sustentá-la na hora das tribulações, pois só quem teve a experiência com Ele é que se mantém de pé", finalizou.

veja também