Bispos contam experiências com Deus na Igreja Renascer

Bispos contam experiências com Deus na Igreja Renascer

Atualizado: Terça-feira, 15 Março de 2011 as 11:11

Bispo Mauricio – Belo Horizonte/MG Tenho16 anos de Renascer, estou desde novembro de 1995. Conheci a igreja através da televisão, assistindo ao programa Espaço Renascer. Um dos momentos mais marcantes da minha caminhada foi o meu Batismo, que foi ministrado pelo nosso apóstolo no Balneário do Cambuci. Havia mais de 200 pessoas reunidas naquele lugar e eu recebi uma palavra poderosa que naquele dia haveria um mover de libertação. Eu era viciado em cigarro e drogas e precisava me libertar. Depois de oito anos preso ao vício, Deus me libertou, desci as águas do batismo e a partir daquele momento, nunca mais usei drogas e nunca mais coloquei um cigarro em minha boca. Um momento marcante que aconteceu foi recente. Em 52 dias inauguramos a sede Belo Horizonte em um lugar de honra, com uma grande estrutura. A Renascer para mim é minha vida, minha igreja, meu sentido de viver. O apóstolo, pai, voz de Deus para minha vida. A bispa, mãe e voz da minha salvação. A Igreja Renascer é o lugar que eu amo e onde viverei para o resto dos meus dias na terra. Amo ser Renascer.

Bispo Cleber Bauab – Atibaia/SP Estou na Renascer desde outubro de 1992. Conheci a igreja quando morava na cidade de Cotia/SP e o bispo Gê fez uma reunião no escritório de um advogado. Ali foi o primeiro contato com a visão que impactou eu e minha esposa (Pastora Rose).

Algo marcante que eu me lembro, eram nas reuniões de evangelismo quando a moçada toda fazia uma fila imensa em um mercadinho ao lado da igreja para comprar alimento e entrar no show de evangelismo. O que eu me lembro ate hoje, é que não frequentavam só jovens, mas também pessoas de meia idade para cima, e todos ficavam dançando na galeria e vibrando com as salvações. Era aberto, então o corredor da vida e muitos iam a frente jogar cigarros e drogas no altar em uma atitude de libertação e salvação que estavam tendo com Jesus. Uma experiência muito marcante para mim foi uma conferencia profética realizada no Copan, quando Deus me marcou e chamou para o ministério pastoral. Na época eu era presbítero e líder do Projeto Amar em Cotia. Depois de alguns meses inaugurei um GCD em Itapevi, que em três meses se tornou igreja, e fui ungido como pastor em um culto de domingo na sede, pelo apostolo Estevam. A Igreja Renascer é uma igreja que nasceu do amor de Deus pelas vidas e para transformar o evangelho no Brasil. O apostolo e bispa são um exemplo de homem e mulher de Deus que verdadeiramente fazem do chamado algo mais importante que suaspróprias vidas, e que nos amam e nos formam como um pai e mãe aos seus filhos. Tenho orgulho de ser bispo na igreja Renascer e de ter minha esposa

como pastora, meu filho de 18 anos como diácono, líder de projeto amar e baterista, e o mais novo de 11 anos, integrante do ministério teens e da dança.

Bispo Julio Savani – Guarulhos/SP Estou há 20 anos na Renascer. Conheci a igreja através de uma pessoa da indústria química que me levou para assistir aos cultos. Algo que eu não me esqueço foi o terceiro SOS da vida. Muita gente para uma estrutura que para a época não existia. Lembro-me da quantidade de pessoas entregando a vida para Jesus. Recordo-me também de alguns momentos marcantes da igreja como o primeiro programa de TV na extinta Manchete (que fiquei na plateia), quando inauguramos a torre de TV na Paulista, a marcha da chuva, o coral que cantou no Pacaembu, e tantas outras coisas. O evangelismo de segunda-feira, muito animal. Gente que cortava o cabelo no altar, gente que chegava chorando, se entregando para Jesus. Os acampamentos em Itapecerica da Serra... Foi lá que me entreguei a Jesus. As unções que recebi de Deus, as palavras proféticas das conferências apostólicas, as marchas para Jesus (quando levava um grupo de pessoas em uma Kombi, portadores de necessidades especiais, e fui muito visitado pelo Espírito Santo. Na ponte da Brás Leme, foi dez. Os programas que participamos na rádio e TV. O altar é demais. Glória a Deus. Indiscutivelmente, o apóstolo e a bispa são pais, discipuladores, exemplos de vida e de ministério, guerreiros, eu os amo muito.

Sou Renascer até morrer, se não tivesse renascido em Cristo, estaria com Aids, pois era prostituto e mulherengo, ou seria um alcóolatra, hoje sou bispo da Igreja com muita honra.

Bispo João Perez – Taboão da Serra/SP Estou na Renascer desde junho de 1996. Eu e minha esposa éramos de outro ministério. Em 1991 assistimos a um culto na Lins de Vasconcelos (domingo às 19 h) nunca mais esqueci. Foi um culto maravilhoso que marcou minha vida. Como éramos de outro ministério, ficávamos inconformados ao ver a ação da religiosidade através da vida de pastores que proibiam os jovens de irem a Renascer. O que mais me inconformou foi um cara super novo que ao ver estas proibições, simplesmente foi pro mundão e se jogou nas drogas, ficou completamente dependente de cocaína.

Tive muitas experiências dentro da Renascer. Cheguei na Renascer Alphaville como diácono de outro ministério, nunca sonhei em ser um pastor, apesar de desejar, amar ao Senhor. Mas neste ministério tenho vivido as maiores vitórias da minha vida. O Senhor curou a minha filha Milena de meningite, curou a minha filha Priscila em outubro de 2010 de um tumor na coluna, a cirurgia foi um sucesso e os médicos diziam que ela podia ficar paralítica. Curou a minha esposa de depressão, que hoje atua como pastora nesta área. O Senhor ressuscitou o meu cunhado que teve um AVC hemorrágico avassalador em 2008. Ele estava em coma havia 60 dias. O nosso apóstolo e a nossa bispa oraram por ele via Nextel, depois desta oração não demorou muito e ele começou a despertar. Os médicos diziam que ele ia vegetar. Hoje ele saiu da cadeira de rodas, o cérebro está 100 % recuperado. Hoje sou um bispo da Renascer e isto é muito sério pra mim. Sou Renascer até morrer. Amo este ministério e sou grato ao Senhor. Sou o homem mais feliz do mundo por ser filho do Apóstolo Estevam, meu exemplo. A minha aliança é por toda a eternidade. A bispa tenho como minha mãe, meu referencial, guerreira. Eles são um presente para nós.

Bispa Flavia – Natal/RN Estou na Igreja Renascer desde 96. Conheci a igreja através da Rede Gospel, na minha cidade através do programa “De bem com a vida”. Coisas marcantes eu vivi na igreja, através de eventos, dentre eles o Encontro de Mulheres, que marcaram minha vida com a unção de libertação. Através de uma palavra profética, vivi um grande milagre. Recebi um consultório odontológico completo de um familiar. Experiências pessoais, como liberação de carro novo, viagens, emprego, curas, suprimento sobrenatural e livramento de um acidente grave que envolveu meu filho. Para mim, a Renascer é uma igreja que cura e transforma vidas pela palavra forte, cheia autoridade e unção. Vejo o apóstolo como um homem de Deus, que nos ensina a cada dia a avançar no meio das dificuldades. A bispa Sonia é uma mulher de Deus, que nos ensina a lutar e perseverar até ver o milagre chegar. Sou grata ao Senhor por fazer parte desse ministério.

Bispo Ezequiel – Rio de Janeiro/RJ Estou na Renascer desde Março de 1996. Conheci a igreja através do ministério da Arepe. Dentre tantos momentos marcantes dentro da Renascer, uma vez fizemos um luau nas praias aqui do Rio de Janeiro. Montamos na praia uma tenda no fim de ano com a placa “Venham conhecer seu futuro", com todos os oficiais de branco, com o pastor, hoje bispo, Arthur, vestido de pai de santo. Foram muitas as conversões, muitos batismos. Outra situação muito legal aconteceu quando era pastor. Uma boate GLS seria inaugurada no bairro da igreja. No meu espírito não aceitei. Juntei uma galera da igreja e fomos à inauguração. Evangelizamos no local, e quando deu meia noite chegou ao local a Polícia Militar, a Civil, Patrulha Florestal e a Guarda municipal. Moral da historia: fecharam o local no dia da inauguração, porque havia um povo apostólico lá e detalhe, neste local abriu uma igreja evangélica. Eu pastoreava em um bairro chamado Campo Grande (zona Oeste do Rio). Fui transferido para Teresópolis e no último dia de ministração em Campo Grande, indo para casa com meu filho, um carro na contra mão bateu de frente com o meu. Meu carro teve perda total, porém, eu e meu filho não sofremos nada. No outro carro, houve vitimas, ficaram muito machucados. Tenho muitas experiências pessoais neste ministério, onde me converti, uma mais chapada que a outra. A Renascer é minha casa. Eu eu não tenho nenhuma tatuagem (até curto), mas a Renascer está no meu sangue. O apóstolo é meu Davi, dirigido por Deus. Fez-me descobrir potenciais que haviam dentro de mim e por hoje sou um bispo. A bispa é uma referência de força, amor, sabedoria, capacidade de superação Não existe igreja melhor que esta e povo melhor que este. Amo a todos.

Bispo Kleber Falconi Estou na Renascer desde o ano de 1993, são 18 anos. Conheci a Renascer através de dois amigos que eu conhecia no mundo e um dia eles falaram sobre os cultos de segunda-feira em uma igreja muito louca, e eu fui para conferir. Esse lance dos evangelismos de segunda-feira era algo fora do comum. Era algo sobrenatural. Cada segunda uma surpresa, cada segunda algo diferente, o ambiente espiritual que se formava ali era arrebatador. A cada vida que levantava a mão era uma explosão de alegria. Uma era mais marcante que a outra. Uma das coisas que me marcou dentro da Renascer foi o dia em que os primeiros bispos foram ungidos (entre eles o bispo Gê e a bispa Sonia) e o pastor Estevam foi ungido apóstolo. Também considero um dos dias mais importantes, o dia em que compramos o Renascer Copan, porque o povo se mobilizou para semear e comprar aquele imóvel. Tínhamos uma comissão formada por pastores e empresários que administravam tudo, foi muito bom conhecer a nossa capacidade de conquista. A experiência pessoal que eu carrego, foi a minha conversão em 93 no terceiro SOS da vida no estádio do Pacaembu; o dia em que o P.A foi ao espaço em que seria a casa lar, fomos lavar e limpar tudo. Lá funcionava uma tornearia mecânica. Tiramos as máquinas, limpamos a graxa que tinha no chão, foi uma benção. Outra data inesquecível foi em 93, quando o P.A arrecadou alimentos para montar 1200 cestas básicas em um só dia. Felizes, fomos entregar em comunidades e favelas de Guarulhos, muitas famílias tomavam sopa feita com a grama da rua. A Renascer é minha Igreja, Casa de Deus, lugar de adoração. O apóstolo e a bispa, amor, usados, ungidos e vencedores. Fiz uma pesquisa sobre a história da igreja evangélica no Brasil, quando chegou, quem trouxe, quais as primeiras igrejas, crescimento e expansão, e nos últimos 25 anos não temos como falar sobre o fenômeno do crescimento do evangelho no Brasil em todos os aspectos, sem falarmos da influência do gospel, da Marcha para Jesus e do comportamento da Renascer na sociedade, certamente fazemos parte da história do evangelho no Brasil.

Bispo Itamar – Brasília/DF Vou completar 12 anos de Renascer em maio. Tive duas experiências que me marcou como igreja. Uma foi outubro de 92 quando a igreja tinha um programa na madrugada, na Rede Manchete, com a bispa Sônia e depois o Clip Gospel com o apóstolo Estevam. Depois de uma tentativa de suicídio e ainda depressivo tive um encontro com Deus através da palavra ministrada pela bispa Sonia, com base no texto de Marcos 16. Naquele dia me entreguei para Jesus e a partir de então não parei de assistir ao programa. Mas a distância me deixava triste, porque a igreja era só em São Paulo, e com 16 para 17 anos, eu não tinha coragem de ir até SP. Mas isso não me impediu de buscar a Deus nesse tempo. A outra experiência foi em 12 de maio de 99, quando descobri que a Renascer em Cristo tinha inaugurado uma igreja aqui em Brasília, no antigo Cine Bristol no Conic, um centro comercial de Brasília. A partir de então não saí mais. Umas das situações mais marcantes na Renascer que aconteceu aqui em Brasília foi quando o bispo Douglas Lima veio enviado pelo apóstolo Estevam. Com ele veio toda essência da Igreja Renascer, pois ele é um dos primeiros bispos ungidos na igreja. Ele carrega uma bagagem impressionante da visão da Igreja. Por estes motivos é que considero o mais marcante para nós da Renascer Brasília. Algo que me marcou foi no ano de 2005 quando fizemos uma grande mobilização de evangelismo na encenação da "Paixão de Cristo"- a Via Sacra, e neste evento cerca de 200 mil pessoas participam. Lá pudemos ser usados por Deus para levar mais de 800 pessoas a declarar o nome de Jesus. Foi uma tarde maravilhosa sem precedentes. A Renascer é o lugar onde encontrei vida. Tenho o apóstolo como um verdadeiro pai espiritual, que nos ensina a amar a Deus acima de tudo. A bispa, como verdadeira mãe espiritual. Com sua força vinda de Deus, aprendemos a confiar muito mais no Senhor.

Bispo Douglas Lima e Bispa Ilione – Brasília/DF Cheguei a Renascer em Junho de 89 através de minha esposa,bispa Ilione, que foi levada,primeiramente pela sua irmã por causa de nosso problema no casamento. Minha cunhada, da mesma forma, havia passado por uma situação séria na saúde de minha sogra e encontrou a bispa Sonia no cabelereiro que a convidou para ir à igreja. Como a sua situação melhorou, ela convidou minha esposa, para receber a mesma palavra. E assim aconteceu, minha cunhada foi à igreja por um convite da bispa Sonia, depois foi minha esposa e por fim eu. São incontáveis os momentos que eu me recordo da igreja, mas pessoalmente me lembro do dia em que na Lins, o apóstolo apresentou durante um culto, uma maleta preta e de dentro tirou uma câmera filmadora para ser ungida. Era a primícia daquilo que se tornaria a Rede Gospel de TV. Foi um gesto muito simples, em si mesmo, mas não poderíamos imaginar a dimensão que aquilo iria tomar dentro de poucos anos. Da mesma forma vivi milagres pessoais incontáveis, mas me lembro da primeira vez que entrei na Renascer em um culto de evangelismo na garagem da antiga Igreja Árabe. Minha esposa sabendo que sempre gostei muito de rock, me convidou para um show. Eu fui e achei muito estranho. E nem havia percebido que era uma igreja, até porque o show não acontecia no templo e sim na garagem abaixo. A banda era muito diferente, uma tal de Katsbarnea. Nunca tinha ouvido falar naquilo. As músicas então? Que coisa mais esquisita! “Extra, Extra, o mundo acabará amanhã de manhã...” O que era aquilo? Mas era tão diferente que decidi ficar só para ver onde ia dar aquela coisa. De repente entra um rapaz com uma camisa super estampada e cabelo “tigelinha” e começou a falar umas coisas muito diferentes a respeito da minha vida. Não sabia como ele havia descoberto aquelas coisas a meu respeito. Com muita desconfiança, fui descobrindo que por mais que fosse loucura, aquilo tudo era uma igreja evangélica. Mas como não tinha como fugir naquela altura, acabei ficando. Mal sabia eu que tudo fazia parte de um grande plano de Deus para minha vida. Já se passaram 22 anos e realmente tudo foi uma grande “Revolução”.

A Renascer para mim é uma verdadeira revolução que trouxe à luz a possibilidade de uma liberdade nunca antes imaginada para uma igreja evangélica completamente dentro da santidade e da mais autêntica palavra de Jesus Cristo. Liberdade de louvar, de adorar, de se alegrar, de evangelizar jovens como nunca se fez antes, de avançar em conquistas e crescimento, de invadir todas as áreas da sociedade. Restabelecer as marcas da unção apostólica na igreja de Jesus, que há muito haviam sido perdidas.  O Apóstolo tenho com todo o meu amor e com todo o meu respeito ao homem e ao ungido que ele é. Ele é o tipo de pessoa visionária e corajosa que todos classificam como loucos. Mas é o tipo de pessoa que Deus põe no mundo para gerarem grandes revoluções. E nós somos filhos dessa revolução. A Bispa Sônia para mim é o carinho, o amor, a compreensão e a sabedoria em pessoa. É a voz rouca e doce que consola ao mesmo que consegue nos exortar sem despertar um segundo sequer de resistência. Quando ela começa a falar, daquele jeito amoroso, que todos nós conhecemos, todas as barreiras caem e podemos ser ministrados e nem ao menos nos apercebemos. Quando notamos, já fomos invadidos pelo amor que ela transmite às vidas. Grande mulher de Deus. Sinto-me um privilegiado por ter participado das primeiras “reuniões de oficiais” que aconteciam na sala de estar da Rua Ônix, com o “famoso” chazinho que a Bispa Sonia preparava, já na madrugada. Eram poucas pessoas que eram consideradas talvez loucas, ou visionárias, sei lá. Pouco importa. Só sei que hoje quando lotamos um ginásio do Ibirapuera ou o Expo Center Norte, com a mesma “reunião de oficiais” eu penso: Meu Deus! Olha o que o Senhor fez conosco. Olha o que Deus tinha para nós naqueles tempos idos e eu jamais poderia imaginar. Deus nos honrou, e certamente ainda estamos no meio do caminho. Vamos nos preparar para outro tanto. Parabéns para todos nós, pois somos parte viva desse corpo. E acima de tudo, obrigado Jesus pela nossa eleição em servi-lo.

Bispo Doriva – Rio de Janeiro/RJ Estou na igreja Renascer desde 15 de fevereiro de 1995, há 17 anos. Me converti em um Culto de Mulheres. Era usuário e dependente de drogas por 15 anos e em uma madrugada após pensar em tirar a minha vida, devido ao vazio e dependências químicas, uma “deprê” que na verdade era o fundo do poço, na madrugada do dia 15 de fevereiro mudando de canal parei na extinta rede manchete canal 9 em são Paulo. Estava passando um som diferente. Era uma banda americana chamada White Cross. Logo entrou o apóstolo Estevam com uma palavra que invadiu meu coração. Alguns dias antes eu havia perguntado a Deus se ele existia. Até então eu era ATEU. O apóstolo disse exatamente a resposta que eu perguntava há dias. “Você que esta me assistindo, esses dias você perguntou se Deus existe, e eu estou aqui nesta madrugada te falando, Ele existe e vai mudar a sua vida”. Eu estava com muita cocaína no organismo e fiquei na mesma hora “caretA”. Pela manhã, aquele endereço gritava em meu coração. Fui a igreja na quarta-feira dia 15, em um Culto de Mulheres (risos) e nunca mais usei drogas, fui liberto por completo. Um dos momentos marcantes foi em 96 na minha primeira Marcha para Jesus, que foi no Vale do Anhangabaú em São Paulo. Nunca havia visto aquilo na minha vida, milhares de pessoas proclamando o nome de Jesus Cristo nas ruas. Quando estávamos chegando na concentração, o apóstolo de cima do trio elétrico começou a falar com algumas prostitutas que estavam na rua seminuas. Elas se cobriram e começaram a chorar entregando suas vidas ao Senhor. Outros momentos inesquecíveis foram as reuniões de segunda feira quando o corredor da vida se abria e dezenas de jovens desciam tocados pelo Senhor e jogavam no altar, drogas, cigarros e camisinhas. Os caras se entregavam mesmo, muito bom ter visto isso. É mesmo maravilhoso pois as minhas experiências vividas nas reuniões de evangelismo, me habilitaram a ministrar nos cultos de evangelismo no antigo Espaço Renascer na Barra Funda por mais de três anos consecutivos. Minha maior experiência foi no meu primeiro acampamento em Itapecerica da Serra em outubro de 1995. Fui visitado com visões, batizado pelo Espírito Santo, unção da alegria, foi ali que realmente conheci o meu chamado em Jesus Cristo. A Renascer pra mim, é minha educação espiritual, conquista, amor, a verdadeira igreja apostólica bíblica nos dias de sempre. O apóstolo, é meu pai e responsável pela minha formação desde o primeiro dia da minha vida em Cristo Jesus, influenciou no meu caráter, postura, libertação, sentimentos. Ele é um exemplo de amor pelas pessoas, sou grato e como sempre digo "sou devedor", pois se ele não tivesse aceitado o chamado de Deus, eu estaria morto pelas drogas. A bispa Sônia é até difícil falar, sou tão edificado por sua vida, pois ela foi usada muitas vezes por Deus para falar comigo. Mulher virtuosa, mãe guerreira, ousada. Ela deu a oportunidade para a mulher cristã abrir a boca e falar de Jesus Cristo por todo o mundo. Ela é uma referência para as mulheres.

Bispo David – São Matheus/SP Estou na Renascer desde 17 de Novembro de 2000. Me converti na festa dos Anos 60, realizada na Renascer Santana. Conheci a igreja através dos meu pais, bispo Gilmar e pastora Eunice, que já frequentavam a igreja há um ano. Eles conheceram a igreja através da TV. Meu pai era espírita e minha mãe estava fora da igreja – da qual frequentava desde o nascimento – desde o casamento com o meu pai. Através da Rede Gospel meu pai conheceu o evangelho e ficou um ano estudando a Bíblia e comparando com aquilo que ele conhecia anteriormente. Até que os olhos foram desvendados e ele e minha mãe foram para sede e tiveram um encontro com o Senhor. Eu conheci a igreja através deles. Era muito resistente e não suportava ir à igreja. Mas havia um trabalhar e um tempo de Deus para minha vida. Desde a minha conversão eu olhava para os pastores – pessoas com pouca idade – e admirava como eram usados para abençoar as pessoas. Desde que me converti comecei trabalhar nos ministérios da igreja. Meu primeiro ministério foi na segurança. Logo em seguida vi um curso de evangelismo em presídios (sabia o que era presídio, mas não sabia o que era evangelismo) então participei (sempre gostei de estudar). Com três meses de convertido estava ajudando no ministério de presídios, onde todos os sábados levávamos a palavra de Deus.

Com oito meses de convertido eu me tornei líder do ministério, cuidava de mais de 70 pessoas estando submisso ao pastor na época. Fiquei nove anos no ministério de presídios, onde vi cura de câncer, de HIV, paralítico andar, libertações e vícios e espíritos demoníacos. Em uma ocasião uma presidiária portadora do HIV, ao ouvir a música Poder de Ressurreição, do Marcelo Aguiar, foi tocada pelo Senhor e recebeu sua cura de HIV (posteriormente comprovado com exames). Seus dois filhos que também eram portadores do HIV foram igualmente libertos. Já tentaram nos prender ao entrarmos no presídio, dizendo que possuíamos ligação com o crime organizado (na verdade não queriam que fizéssemos o trabalho naquele lugar e estavam armando contra nós). Dessa situação as portas foram abertas e o nosso trabalho foi reconhecido como essencial para aquele local. Lembro-me que fazíamos um trabalho em uma unidade (onde erámos o único grupo "religioso", não havia nenhum outro). Dois anos assim. Neste período não houve nenhuma rebelião naquele lugar. Até que um novo diretor entrou na unidade, e ele era ligado à quimbanda e proibiu o nosso trabalho naquele local. Após duas semanas a unidade teve duas rebeliões seguidas e aquele diretor teve que solicitar o nosso retorno à unidade. Com um ano na igreja eu já dava aulas na Escola de Profetas. Com quatro anos de convertido eu fui ungido pastor. Hoje tenho o privilégio de ser um bispo da Igreja e eu estou na Renascer São Matheus. Um local maravilhoso, um povo amável, trabalhador, de grande honra, e tenho visto a mão de Deus a cada dia nos capacitando. Renascer, apóstolo e bispa significam transformação (renascer), revolução (apóstolo) e amor (bispa). Minha vida, em todos os sentidos, foi transformada. Eu a minha casa servimos ao senhor.

Bispo Valceli Leite – Guaianazes/SP Estou na Renascer desde julho de 94, logo após a Marcha para Jesus. Conheci a Renascer através do bispo Ivael que estava começando um GCD em Assis, interior de SP. A minha experiência marcante na igreja aconteceu durante um encontro de pastores em Águas de Lindóia, onde o apóstolo começou a orar com todos os bispos e pastores. Foi um derramar tão grande, um quebrantamento que poucas vezes vivemos. Em um dos momentos o apóstolo orou pelo bispo Abbud e os dois caíram chorando ao chão falando em línguas, profetizando, foi impressionante. Tive também a oportunidade de estar no sétimo SOS da Vida como fisioterapeuta do Michael W. Smith. Ao entrar no camarim do apóstolo Estevam e da Bispa Sonia, a encontrei prostrada no chão orando pelo evento e pedindo que não chovesse. Foi impressionante a cena, ver uma serva de Deus ungida e abençoada chorando por vidas. Neste tempo de Renascer, largamos uma clinica de fisioterapia e estética para servir ao Senhor. Era funcionário público e o apóstolo nos chamou para SP. A cada cidade que passamos aprendemos e ensinamos o mover apostólico. Foram 11 igrejas, quatro capitais, todas elas com marcas de curas, libertações, prosperidade. A Renascer para mim é uma igreja que não tem igual no mundo. Pioneira, completa, verdadeiramente apostólica. O apóstolo Estevam é referencial de pai, de equilíbrio, de bom senso, de pioneirismo, de amor e carinho, referencial de homem. Já a bispa Sonia é a beleza de uma mulher madura, cuidadora, sabe o que quer. Sou bispo da Igreja Apostólica Renascer em Cristo, sou um filho da visão, geração que não vai morrer no deserto, adoro trabalhar para a obra de Deus! Renascer até morrer!  

veja também