Bogotá: candidato se diz prejudicado por "acusação" de ateísmo

Bogotá: candidato se diz prejudicado por "acusação" de ateísmo

Atualizado: Segunda-feira, 10 Maio de 2010 as 2:26

O candidato à presidência da Colômbia Antanas Mockus está tentando desmentir boatos de que não acreditaria em Deus. Líder na disputa segundo as últimas pesquisas de intenção de voto, Mockus acredita que as "acusações" de ateísmo possam prejudicar sua campanha, segundo publica nesta segunda o jornal El Espectador .

O candidato do Partido Verde disse que "uma coisa é não ir à missa e outra é ser ateu". "Eu sou católico, fui coroinha e quase fui sacerdote", explicou Mockus, referindo-se à sua juventude.

Segundo ele, sua vida está marcada pela "intensa" relação com a Igreja Católica e afirmou que criou, junto com o monsenhor Pedro Rubiano, uma fundação chamada "Coros para el Palmilenio". Disse ainda que "o pessoal (referindo-se a membros da Igreja) foi muito generoso quando sua filha esteve doente e rezou por ela".

veja também