Bom humor e criatividade para pregar o evangelho onde o povo está

Bom humor e criatividade para pregar o evangelho onde o povo está

Atualizado: Terça-feira, 15 Julho de 2008 as 12

Por Myrian Rosário

Imagine que bom seria organizar uma festa de aniversário para os seus filhos e, em vez daquelas musiquinhas contaminadas com letras de duplo sentido que embalam a maioria os aniversários nos dias de hoje, animar a criançada com um show de palhaços ou uma peça teatral com conteúdo 100% cristão?

O que parece um sonho impossível para muitos pais e professores, que buscam atrações saudáveis para suas reuniões, já é uma realidade. Atendendo a um chamado de Deus, há dois anos, o desenhista e músico Alex Lee criou um personagem, o Maestro Céu Azul, que deu início a um grupo especializado em pregar o evangelho de Cristo com muita arte e criatividade. Eles são Os Sete: Ministros do Riso com Cristo.

"O palhaço tem o dom natural de passar alegria e graça. Ele não é um humorista, ele é uma criança subdesenvolvida que tem a capacidade de transformar uma realidade comum em sobrenatural, usando uma linguagem simples e precisa de animação. Ele é uma criança que se entrega nesse contato e acredita que possa existir uma vida onde não existe doença, solidão e abandono. O palhaço não ilude, ele transforma, ele não foge da realidade e sim a recria. No dia a dia brincamos, inventamos jogos, exercícios de memória, mímica e canto, quando queremos passar um tempo divertido com nossos sobrinhos, filhos e até mesmo primos. Então por que não canalizar esta disponibilidade para aqueles que realmente estão necessitando de verdade?", argumenta Alex Lee, que começou o ministério do riso num hospital.

Longe de querer apenas divertir, o objetivo dos Sete é buscar a melhor forma de propagar a palavra de Deus. Além das festinhas, eles também se apresentam em hospitais, casas de apoio a crianças com câncer e HIV, lojas, escolas, empresas, praças, ruas e lares de amparo a deficientes. O grupo também ensina sua arte em workshops. "Nossa meta é sempre pesquisar e desenvolver atividades relacionadas ao riso, aplicando características de palhaço juntamente com a palavra de Deus, nos concentrando em fazer, realizar, porque para nós a melhor distração é nosso trabalho e, a cada dia, aprendemos com os melhores professores: as crianças. Na arte do riso e evangelismo, a criação, sabedoria, santidade, humildade, solidariedade, amor e a técnica andam juntas e sabemos que só é possível realizar esse trabalho com muito esforço e comprometimento", ressalta Lee.

Apesar do nome , o s Sete não são precisamente sete . " Na verdade, a referência ao número sete diz respeito à preferência divina. Assim como Deus fez o mundo em sete dias... Isso não quer dizer que somos em sete", revela sorrindo Alex Lee.  Como "ministros do riso", os Sete têm cara de palhaços, mas não são palhaços e sim ministros. Eles desenvolvem personagens totalmente cristãos, sem apelar com mensagens subliminares e agressões. "Nós cantamos, contamos histórias, encenamos, dançamos", descreve.  

Desenvolvendo um trabalho similar aos famosos "Doutores da Alegria", os Sete: Ministros do Riso com Cristo são os únicos a usar esse tipo de linguagem no meio cristão. O grupo pode ser "contratado" para apresentações em festas, aniversários, convenções de empresas e eventos evangelísticos em geral. A estrutura exigida por eles é simples. Na maioria dos casos, são necessários apenas um CD player e um violão. Tanto para shows como encenações teatrais, eles solicitam a cobertura de despesas com transporte e alimentação, mais um espaço disponível para comercialização do materail do grupo. Sem cachê pré-estabelecido, o Sete sobrevivem com as ofertas que cobrem os gastos com material. Apenas em aniversários, eles sugerem a doação de, em média, R$ 150,00.

Para contatar os Sete: Ministros do Riso com Cristo, mande um e-mail para: [email protected] / [email protected] ou ligue parar: (011) 8864-1576.

veja também