Bruxas voltam a fazer feitiços contra Trump e cristãos respondem com orações

As praticantes de bruxaria formaram um grupo chamado 'Amarre Trump' e prometeram que não vão parar de lançar feitiços contra o presidente dos EUA.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Quinta-feira, 22 Junho de 2017 as 1:16

Bruxas compartilharam fotos de seus rituais de feitiçaria contra Trump. (Foto: Twitter)
Bruxas compartilharam fotos de seus rituais de feitiçaria contra Trump. (Foto: Twitter)

Bruxas ao redor do mundo voltaram a lançar feitiços contra o presidente Trump mais uma vez esta noite, usando a hashtag '#BindTrump' durante o solstício de verão, na noite da última quarta-feira (21).

As bruxas travaram uma guerra espiritual contra o presidente desde que Trump assumiu o cargo, mas agora mesmo os líderes judeus em Israel expressam preocupações sobre isso.

"A feitiçaria, ou seu nome real, o satanismo, é explicitamente uma luta entre poderes, e é por isso que é tão facilmente arrastada para a política. O satanismo, em sua essência, coloca o adversário contra Deus", explicou o rabino Daniel Asore, ao site 'Breaking News Israel'.

Asore investiga os perigos do satanismo moderno como parte de seu papel de líder judeu. Ele diz que os feitiços das bruxas são apenas parte de um crescimento mais amplo do satanismo.

"Os políticos que acreditam que o homem pode controlar todos os aspectos do mundo estão vindo de um sistema de crenças baseado no satanismo, seja isso consciente ou não", afirmou.

As bruxas se comunicam entre si através de uma página do Facebook chamada 'Bind Trump' - que em uma tradução livres significa 'Amarre Trump'.

Um usuário ligado à página disse que no 21 de junho, o solstício de verão seria a ligação "mais poderosa" ainda e convocou as bruxas e outros adeptos praticantes de feitiços a se mobilizarem para agir com seus 'trabalhos'.

Eles planejam lançar mais feitiços contra o presidente Trump em outras datas 19 de agosto, e assim por diante, até que ele renuncie à presidência.

Os feitiços têm o objetivo de pedir ajuda demoníaca para 'amarrar Trump' e fazer com que ele falhe, exigindo que os espíritos liguem "todos os que permitem a sua maldade".

Líderes cristãos também estão convocando orações pelo presidente Trump, para que ele resista a estes feitiços.

"Nós pedimos que vocês se juntem a nós em oração pela força de nossa nação, nossos representantes eleitos e pelas almas das pessoas perdidas que possam levantar armas satânicas contra nós", diz um comunicado no site da Aliança Nacionalista Cristã.
 
Outros cristãos estão combatendo as forças do inimigo com oração e adoração sem parar em lugares como na Tenda de Davi, em Washington D.C.

"Nosso desejo é fazer uma declaração à nossa geração de que Jesus é Senhor e deve ser entronizado acima de todas as áreas de nossas vidas e nações", diz o grupo em um comunicado de seu site oficial.

veja também