Cadeirantes recebem o abraço de Joni e Amigos

Cadeirantes recebem o abraço de Joni e Amigos

Atualizado: Quinta-feira, 29 Abril de 2010 as 12

Quatrocentos cadeiras de rodas serviram de pretexto, pela décima vez, para que a solidariedade cristã pulverizasse as paredes da política e dos embargos e permitisse o abraço entre o povo dos Estados Unidos e de Cuba.

O ministério Joni and Friends (Joni e Amigos) regressou à Ilha para fazer valer o Evangelho de Jesus Cristo, oferecendo assistência às pessoas portadoras de deficiência físico-motora, ao distribuir 400 cadeiras na província central de Cego de Ávila.

O trabalho da Pastoral com Pessoas com Incapacidade do Conselho de Igrejas de Cuba (CIC), coordenada com a Associação Cubana de Limitados Físico-Motores (ACLIFIM), permitiu a este grupo de voluntários interagir com a pessoas, que receberam assistência material e espiritual.

A diretora de Joni e Amigos para a área de Dallas, Texas, Bonnie Danker, que liderou o grupo que visitou Cuba, disse à ALC que ''sempre resulta uma bênção de Deus poder compartilhar com o povo cubano em suas necessidades. O amor rompe barreiras e o que flui é a amizade e a irmandade entre a gente, e isso não tem preço para nós como experiência de vida''.

A equipe de Joni e Amigos que veio a Cuba é integrada por pessoas voluntárias, com algum tipo de treinamento, pois adaptam as cadeiras segundo as características de cada usuário, sobretudo de crianças com limitações severas que requerem cuidados especiais.

Joni e Amigos arrecada contribuições de cidadãos e instituições estadunidenses, bem como cadeiras de rodas usadas, que são reformadas por presos, que encontram na atividade uma forma de sustento. As cadeiras são distribuídas mundo afora.

O presidente da ACLIFIM/ provincial, Nelson Cervantes, agradeceu a visita e o presidente de Joni e Amigos. ''Essas cadeiras, além de oferecer segurança no meio das carências, eleva a auto-estima de pessoas portadoras de deficiência, proporcionando a elas um modo de integração na sociedade'', disse.

Por José Aurelio Paz

veja também