Campanha adventista mobiliza inauguração de novos templos em SP

Campanha adventista mobiliza inauguração de novos templos em SP

Atualizado: Segunda-feira, 21 Novembro de 2011 as 11:39

Na Associação Paulista Central (APaC), que administra a Igreja Adventista na região Central do Estado de São Paulo, o final do ano está sendo marcado por inaugurações de templos e lançamentos de pedra fundamental para futuras construções. O movimento acontece no mais importante período da Igreja Adventista nesta região, mobilizada pela campanha evangelística que vai alcançar 1,7 milhão de residências com o livro “A Grande Esperança”, até 2013. Exemplo desse momento ocorreu no sábado, 5 de novembro, com a cerimônia de inauguração de mais um templo em Espírito Santo do Pinhal, município de 43 mil habitantes a 202 km da cidade de São Paulo. O evento foi prestigiado por autoridades do município. A prefeita, Marilza Roberta da Costa, participou de toda a programação e foi saudada pelo pastor Oliveiros Ferreira, líder da APaC. O pastor Domingos Souza, presidente da Igreja Adventista para o Estado de São Paulo, também esteve presente.

  Americana Ao celebrar os 50 anos da igreja na cidade, os fiéis de Americana, onde vivem mais de 210 mil moradores, realizaram o lançamento da pedra fundamental do novo templo central. A cerimônia ocorreu sob sol forte, na tarde de sábado, dia 12 de novembro. Além do lançamento da pedra fundamental, a cidade também presenciou a inauguração da nova congregação do Vale das Nogueiras.

Paulínia Nesta cidade, distante 119 km da capital, com mais de 82 mil habitantes, a Igreja Adventista inaugurou há cerca de um mês uma congregação no bairro de João Aranha. No domingo, dia 13 de novembro, foi realizado o lançamento da pedra fundamental do templo central. Para o pastor Oliveiros Ferreira, todo o movimento é resultado natural do crescimento da Igreja nesta região de São Paulo. “Percebemos que os fiéis estão animados, participando da histórica campanha de entrega do livro em cada casa, e essa animação contagia outros setores da vida da Igreja; vemos a partir daí Deus conduzindo o crescimento”, afirmou.

veja também