Cantor evangélico morre durante ministração ao cantar 'Ele é Digno'

O pastor Shawn Jones havia sido diagnosticado com um coágulo de sangue, mas se recusou a parar de ministrar.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quinta-feira, 23 Novembro de 2017 as 3:22

Jones foi hospitalizado devido a uma doença relacionada ao coração. (Foto: Reprodução).
Jones foi hospitalizado devido a uma doença relacionada ao coração. (Foto: Reprodução).

Familiares e amigos do cantor gospel Shawn Jones ainda estão abalados com sua morte. O pastor de Alabama faleceu no último sábado (18), enquanto ministrava em um evento na Flórida. Ele, que estava lutando contra problemas no coração nos últimos meses, passou mal, desmaiou e morreu na hora.

O gerente da casa onde ele se apresentava, Kenneth Woodson deu mais detalhes do momento. “Ele tomou um pouco de água, depois tomou mais água, se sentou e desmaiou”. Jones caiu exatamente enquanto cantava a canção “Worthy Is He” (Ele é digno). “Todos entraram em choque”, ressaltou Kenneth.

Jones foi hospitalizado devido a uma doença relacionada ao coração. Quando ele saiu do hospital, voltou a se apresentar apenas dois dias depois. Não descansou. Ele permaneceu extremamente dedicado a pregar o Evangelho. Jones havia sido avisado por médicos há oito meses para diminuir o número de suas ministrações.

Um dos membros da banda disse: “Ele sofreu um coágulo sanguíneo há oito meses. Mas continuou cantando, mesmo depois que o médico advertiu-o para parar. Ele respondeu ao doutor: ‘Se eu morrer, quero morrer cantando e pregando’. E ele fez isso mesmo".

Perseverante

Cerca de um ano, Jones publicou uma foto dele no Instagram recebendo tratamento em uma instalação médica, mas não indicou o que o tratamento era. Ele apenas observou: "Volto no dia seguinte”. Os membros da família descreveram o talentoso cantor e pregador como um indivíduo motivado que nunca gostou de relaxar.

"Era sempre o que ele queria fazer. Não era um trabalho. Era a paixão dele. Ele foi conduzido por sua paixão e queria alcançar o máximo de pessoas que pudesse. Então eu acho que foi seu impulso que o manteve", disse o primo de Jones, Brandy Lee-Harris, ao site The Christian Post.

Kenneth Woodson disse que Jones e sua banda só estiveram no palco por cerca de 10 a 15 minutos antes de desmaiar. Sua banda anunciou na terça-feira (21) que eles farão um concerto de honra para Jones no dia 27 de novembro na Igreja Batista Pilgrim Rest em Montgomery, Alabama. O culto fúnebre acontecerá no dia 28 de novembro no mesmo local.

Confira sua última apresentação:

veja também