Carlos Alberto Bezerra apresenta seu primeiro projeto na ALESP

Carlos Alberto Bezerra apresenta seu primeiro projeto na ALESP

Atualizado: Segunda-feira, 21 Março de 2011 as 4:16

Assim como fez Câmara Municipal, em 2001, ao apresentar como sua primeira ação na vida pública um conjunto de medidas que se tornaria o Programa Mãe Paulistana, Carlos Alberto Bezerra, agora deputado estadual, dedicou seu primeiro projeto na Assembleia (Alesp) à garantia de direitos a melhores condições de gestação e parto. Na sexta-feira (18), o parlamentar apresentou proposta para criar o Programa Mãe Paulista, que estenderá a todo o Estado os benefícios hoje assegurados às grávidas da capital por iniciativa de sua autoria.

O texto protocolado na Alesp prevê passagens gratuitas nos ônibus – para que as gestantes não faltem às consultas de pré-natal e puerpério –, remédios durante toda a gravidez, leito hospitalar para dar à luz e assistência até o primeiro ano de vida do bebê. Médico ginecologista e obstetra, Carlos Alberto Bezerra explica que essas são melhorias fundamentais para políticas públicas de saúde pública. “Na cidade de São Paulo, quando a Prefeitura passou a seguir esses preceitos, experimentamos a maior redução nos na mortalidade materna e infantil da última década”, lembrou.

De acordo com o deputado, “o Estado traz desafios ainda maiores. Por isso mesmo, houve atenção especial a esse projeto, para torná-lo capaz de fazer frente à realidade paulista. A expectativa é que tenhamos um impacto positivo ainda maior do que o experimentado no município”.

Agora, a proposta precisará ser aprovada em duas votações pelos deputados, no plenário, para, então, ser encaminhada ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), para ser sancionada e transformada em lei estadual. A partir de então, os benefícios estarão à disposição da gestante assim que suspeitar de gravidez.

Mãe Paulistana completa cinco anos

Também na sexta-feira, o programa idealizado por Carlos Alberto Bezerra completou seu 5º aniversário na cidade de São Paulo com mais de 520 mil partos realizados.  Desde 2006, na gestão do então prefeito José Serra, o Mãe Paulistana está em funcionamento. Bem sucedida, a iniciativa também é apoiada por Gilberto Kassab, chefe do Executivo municipal. “Os números da Rede de Proteção à Mãe Paulistana são os melhores possíveis. A realização desse programa faz com que tenhamos um sentimento de muita alegria. É uma das iniciativas mais gratificantes”, afirmou Kassab, em visita ao Hospital Municipal de Cidade Tiradentes, acompanhado por Bezerra. O programa é responsável por 3.043.955 consultas, 3.751.955 exames e 597.887 ultrassonografias obstétricas.

veja também