Catedral comemora seus 20 anos com gravação de DVD e CD duplo

Catedral comemora seus 20 anos com gravação de DVD e CD duplo

Atualizado: Segunda-feira, 25 Agosto de 2008 as 12

Na sexta-feira, dia 22 de agosto, a gravação do  DVD que comemorou os 20 anos de Catedral se estendeu por uma longa madrugada no teatro da Record, em São Paulo. Foram 25 músicas que além de DVD, sairão em CD duplo.  A produção foi feita por Carlos Trilha. A gravação teve participação de Viny, Luka, Tico Santa Cruz (em estúdio) e a Banda Sinal de Alerta.

O cenário lembrava os 20 anos de estrada da Catedral. No centro do palco um ônibus saía de dentro do mapa do Brasil, placas sinalizavam a trajetória. No chão, duas linhas amarelas dividiam o palco como uma pista. A iluminação e som garantiram qualidade ao vídeo. A gravação apresentou quatro inéditas: "Inexoravelmente", "O que que há rapaz?", "Joga Fora" e "Feliz".

O público, apesar de limitado, contou com a presença de pessoas de diversas regiões do país. É o caso de Francisco Vasconcelos, servidor público, que acompanha o Catedral desde a banda surgiu na grande mídia, aproximadamente em 2000. Vasconcelos veio de Fortaleza para o evento: "Planejei, fiquei muito feliz com o convite, cheguei hoje pela manhã, volto amanhã de manhã". Eduardo Cândido e André Ricardo vieram do Paraná. Contam que conheceram a Catedral em 1996, quando o irmão de Ricardo, Adalto, ouvia a grupo. Em Bandeirantes (cidade do Paraná), formaram uma banda cover, Eduardo como vocalista, André como baixista e mais dois integrantes, Adalto que faz a voz de Kim, e um baterista. "Um tempo a gente fez cover só de Catedral, a gente tocava só Catedral. Hoje, a gente compõe algumas músicas e também toca Oficina [G3]", contou Eduardo. "Mas o Catedral é nossa prioridade", completou André.

O vocalista do Catedral, Kim, explicou que foi necessário limitar o público: "Foi legal, tinha que ser assim mesmo, a gente tinha que fazer uma coisa controlada, porque estamos em um estúdio... Uma coisa bem feita, mas dentro de um esttúdio de TV. Uma coisa ao vivo, mas com total qualidade do produto".

Uma das participações, a banda Sinal de Alerta, formada por Milton Jorge e Samuel Ribeiro, iniciou sua carreira no gospel na década de 80. O grupo recebeu o convite para participar da gravação do DVD de 20 anos da Catedral como forma de retribuição. Quando a Catedral começou a carreira, o Sinal de Alerta fez vários convites para que a Catedral abrisse seus shows. O mais importante deles foi o de Guarapari: "Teve um show nosso em Guarapari e a gente não pôde ir, estávamos com a agenda lotada e indicamos a Catedral para participar. Foram eles que lembraram: 'Lembra, o nosso primeiro cachê foi num show que vocês não puderam fazer e vocês nos indicaram. E a gente foi e foi super legal'...", contou Milton Jorge.

Às 1h20 de sábado, 23, Kim brincava: "Gente, depois de repetirmos esta, eu tenho uma notícia para vocês, só faltam mais oito. Mas ninguém aqui tá cansado, né?".

Kim contou que pensaram em homenagear seu irmão César, que também fez parte da história do Catedral (Cezar Motta era guitarrista e faleceu em um acidente em 2003). O convidado para a homenagem foi o sobrinho de Julio (baixo) e Kim (vocalista), Alex Motta, filho de Cezar. Alex, 15 anos, contou que sua primeira participação na Catedral foi aos cinco anos, quando tocou guitarra com uma furadeira: "Tipo Ed Van Haley, com a furadeira para ficar rodando a palheta". Alex ganhou sua primeira guitarra quando tinha dois anos: "Foi uma Stratocaster da Lótus, que meu pai trouxe dos EUA. Ele até estava tentando fazer uma, cortou uma madeira para fazer. Ele e meu tio Júlio sacam de carpintaria".

Quando Kim chamou Alex ao palco, o público gritava: "César! César!". O vocalista fez poesia: "Ele tá aqui do lado esquerdo (batendo no peito) e a semente dele tá aqui do meu lado direito". A respeito da perda do irmão, Kim falou a todos: "A gente não tem que ficar preso ao passado, Deus sabe de todas as coisas".

A gravação continuava e cada vez que uma música precisava ser regravada, Kim brincava: "A culpa é do Júlio (baixo), a culpa é do Guilhereme (bateria)...".

Ao final do show, a banda recebeu como surpresa dois prêmios: um DVD de ouro por "Acima do Nível do Mar" e um Disco de ouro por "A resposta de um desejo".

veja também