Católicos acreditam que visita do papa ajudará a Igreja no R.Unido

Católicos acreditam que visita do papa ajudará a Igreja no R.Unido

Atualizado: Terça-feira, 14 Setembro de 2010 as 9:29

Cerca de 70% dos católicos britânicos acreditam que a próxima visita do papa Bento XVI ao Reino Unido servirá para dar um impulso a essa fé no país, onde ainda é praticada por uma minoria.

A pesquisa foi divulgada pela "BBC".

Segundo estatísticas de 2005, há cerca de 4,2 milhões de católicos na Grã-Bretanha - 8% da população -, sendo a cidade com maior concentração Liverpool, devido à numerosa imigração irlandesa.

Na mesma pesquisa da "BBC", realizada pela empresa ComRes entre 500 católicos do dia 6 a 9 de setembro, 52% confessam que sua confiança na hierarquia eclesiástica se viu solapada pelos escândalos sexuais protagonizados por membros do clero.

A metade dos entrevistados afirma também que deveria ser eliminado o celibato dos padres, enquanto dois terços defende que as mulheres tenham mais autoridade e status dentro da Igreja.

Cerca de 57% dos católicos britânicos entrevistados acredita que sua fé não é valorizada dentro desta sociedade, frente a 30% que sente que sim o está.

O papa Bento XVI chegará ao Reino Unido no dia 16 de setembro para realizar uma visita pastoral e de Estado de quatro dias, durante a qual será recebido pela rainha Elizabeth II, chefe da Igreja Anglicana, e participará de vários atos na Inglaterra e na Escócia, onde se concentra uma grande comunidade católica.

A visita do Pontífice, a primeira desde a feita por João Paulo II em 1982, chega rodeada de polêmica pela sucessão de escândalos de abusos sexuais a menores protagonizados por padres católicos no mundo todo, incluindo nas Ilhas Britânicas, e por seu elevado custo, compartilhado pelo Governo britânico e pela Igreja Católica.

veja também