Centenário da Assembleia de Deus é homenageado no Sul

Centenário da Assembleia de Deus é homenageado no Sul

Atualizado: Quinta-feira, 9 Junho de 2011 as 8:57

Nesta terça-feira (7), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, os deputados Silvana Covatti (PP) e Jurandir Maciel (PTB) ocuparam o período do Grande Expediente Especial para homenagear os 100 anos da Igreja Assembleia de Deus do Brasil. Pastores e membros da Igreja lotaram as galerias do Plenário 20 de Setembro e o Teatro Dante Barone, local onde houve a transmissão da  sessão plenária por meio da TV Assembleia. 

 Primeira a se manifestar, a deputada Silvana Covatti salientou o relevante papel social da Igreja Assembleia de Deus. Segundo a parlamentar, a instituição atua de acordo com um dos mandamentos bíblicos mais importantes: ‘ama ao próximo como a ti mesmo’. “Dando de comer a quem tem fome, dando de beber a quem tem sede, ajudando os mais necessitados, cuidando dos nossos idosos, das nossas crianças e dos nossos jovens. A Igreja Assembleia de Deus tem cumprido esse mandamento com muita dedicação. Praticamente todas as Igrejas têm envolvimento com obras sociais, com asilos, creches, escolas”, disse. 

Com emoção, a parlamentar relatou que ela própria pôde sentir o apoio prestado por membros da Igreja Assembleia de Deus. “Ontem, eu acompanhei a minha mãe no Hospital Pronto Clínicas, de Passo Fundo. Hoje, ela está na UTI. Pasmem que quem veio nos visitar foi um pastor da Assembleia de Deus. Em todos os lugares do nosso estado e do nosso país, um pastor estará levando a palavra de fé, de conforto, de força e de coragem. Hoje, divido, com todos os senhores e senhoras, a emoção que me fez estar aqui”, contou. 

 Na sequência, o deputado Jurandir Maciel resgatou aspectos da história da Assembleia de Deus. Ele relatou que os fundadores da Igreja, Gunnar Vingren e Daniel Berg, foram chamados por Deus a cumprir essa missão após terem sido batizados em Chicago, no ano de 1909. Segundo relatos históricos, foi dito aos dois que eles seriam missionários numa terra chamada Pará. Segundo Maciel, assim como fizeram Abraão e Moisés, os suecos decidiram ‘deixar sua terra e sua parentela” e seguir os planos divinos. “Em 1909, cumprindo o mandado de Deus assim como Abraão cumpriu, eles saíram dos EUA e vieram para o Brasil. Tal como Abraão, eles obedeceram a Deus e foram honrados por Ele”, disse.  

De acordo com o parlamentar, muitos foram os desafios enfrentados pelos missionários numa terra desconhecida, entre eles, a língua e as precárias condições sociais e de infraestrutura. Entretanto, apesar dos problemas, o esforço deu resultado. “Os filhos espirituais se multiplicaram como grãos de areia”, contou, referindo-se à difusão da doutrina da Assembleia de Deus pelo Brasil. Maciel contou que, em Porto Alegre, o primeiro culto ocorreu em 1924, na Rua Mariland, no bairro Mont´Serrat. “Apenas uma pessoa veio, porque chovia demais”. Segundo o deputado, hoje no país a Igreja reúne 20 milhões de fiéis, o que representa 40% de todos os evangélicos do Brasil, 100 mil locais para o culto, 40 mil pastores, 2 mil missionários e milhares de obreiros, diáconos e presbíteros.

  Medalhas Ao final do Grande Expediente, o presidente da Convenção das Igrejas Evangélicas e Pastores da Assembleia de Deus no Rio Grande do Sul, pastor Ubiratan Batista Job, recebeu do deputado Jurandir Maciel a Medalha do Mérito Farroupilha. A deputada Silvana Covatti ofereceu ao pastor Vitor Fidêncio dos Santos a Medalha da 53 ª Legislatura. 

  Participações Associaram-se em apartes à homenagem os deputados Edson Brum (PMDB), Gerson Burmann (PDT), João Fisher (PP), Carlos Gomes (PRB), Lucas Redecker (PSDB), Miki Breier (PSB), Luciano Azevedo (PPS), Miriam Marroni (PT), José Sperotto (PTB) e o presidente da Casa, deputado Adão Villaverde (PT). 

 Acompanharam o período do Grande Expediente o presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, pastor José Wellington Bezerra da Costa; os deputados federais Vilson Covatti (PP/RS) e Ronaldo Nogueira (PTB/RS); o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT), o vereador de Canoas Ricardo Maciel, entre outras autoridades.

veja também