César Prates, ex-Real Madrid, hoje é pastor: “Deus me preparou para isso”

Depois de construir uma carreira memorável no futebol, ex-lateral César Prates passou a viver o ministério pastoral.

fonte: Guiame, com informações do UOL

Atualizado: Quarta-feira, 1 Abril de 2020 as 3:16

César Prates, ex-lateral do Real Madrid, é pastor em Balneário Camboriú. (Foto: Reprodução/Instagram)
César Prates, ex-lateral do Real Madrid, é pastor em Balneário Camboriú. (Foto: Reprodução/Instagram)

A carreira do ex-lateral César Prates é marcada por passagens grandes times como Corinthians, Internacional, Real Madrid e seleção brasileira. Ele está há dez anos longe do futebol, mas cumprindo uma missão que sempre pulsou em seu coração — ser pastor. 

Em entrevista ao UOL Esporte, César Prates disse que aceitou Jesus quando chegou em Porto Alegre para jogar na categoria de base do Inter e fez o primeiro gol mais importante de sua vida.

Na cidade onde nasceu, Aratiba, a mais de 400 km da capital gaúcha, ele já era conhecido como “atleta de Cristo”. “Eu não sabia o que era. Só que tinha aniversário e dava 22h eu ia embora porque tinha jogo para jogar lá no interior e eu ia para casa, não bebia, não me envolvia com as coisas que todo mundo faz. Eles diziam que eu era atleta de Cristo, quer dizer, já era o meu comportamento”, contou. 

“Quando eu cheguei em Porto Alegre, eu entreguei a minha vida para Jesus e conheci esse amor que me cativou. Hoje ainda estou tentando entender esse amor, porque depois teve o segundo gol mais importante, foi quando eu disse: ‘Agora, Senhor, tu deu início à minha carreira. Agora, o Senhor pode dar o fim’. Foi quando três meses depois que eu estava no Náutico eu senti no meu coração tudo isso, daí eu rescindi o meu contrato e sabia que eu já não serviria mais”, acrescentou o ex-jogador.

César é pastor há 7 anos, mas acredita que o processo de seu chamado ministerial começou lá atrás. “Pastor a gente não se torna, a gente é, então, Deus me preparou para isso. Deus já tinha isso dentro de mim, e eu só fui me formando, o que eu dei de Bíblia para os meninos [no futebol]...”.

“Eu não me tornei pastor, eu me formei dia após dia até chegar o dia que eu fui reconhecido pelo homem. É quando alguém, um pastor de uma igreja com a autoridade máxima coloca óleo na sua cabeça e diz assim: ‘Agora, nós ordenamos diante dos homens e diante da congregação, pastor’. Mas as minhas atitudes já eram de pastor, primeiro a gente, depois a gente é reconhecido pelo homem”, explica.


César Prates, ex-lateral do Real Madrid, é pastor em Balneário Camboriú. (Foto: Reprodução/Instagram)

Para exemplificar como é sua vida hoje, César lembrou do dia em que abraçou um senhor que estava cheirando a cigarro em um posto de gasolina em Balneário Camboriú (SC). “Eu poderia simplesmente ignorar, mas Deus me ministrou algo no meu coração e senti que ele precisava de um abraço. Eu dei um abraço nele e ele começou a chorar, ele me disse que tinha muito tempo que ele não era abraçado”.

Hoje, ele diz que seu estilo de vida é amar pessoas, independente de quem são elas. “É o estilo de vida que Jesus me ensinou e é isso o que eu faço. Quando eu jogava dentro de campo, os caras tinham se machucado e eu passava por eles e dizia: ‘seja curado em nome de Jesus’, eram meus adversários. Mas não eram adversários para mim, eles estavam com dor, passando por um problema, e eu não queria que eles passassem por aquele problema”, disse.

Diante da pandemia de coronavírus que está abalando o mundo, César acredita que há um movimento que incentiva as pessoas a gastar mais tempo em família.

“Todo mundo tem que ficar dentro de casa. Então, o meu maior legado, é exatamente esse, mostrar o modelo de família: César Prates casado há 23 anos, César Prates pai de dois filhos, ex-jogador de futebol e casado há 23 anos com a mesma mulher. Será que Deus permitiu que um coronavírus se instalar no mundo inteiro para que todo mundo parasse e voltasse para dentro de casa e cuidasse da família outra vez?”, questiona.

veja também